PUBLICIDADE
Topo

Plural é um projeto colaborativo do UOL com coletivos independentes, de periferias e favelas para a produção de conteúdo original


Papo Preto #41: Jovens negras atuando em decisões mundiais

De Ecoa, em São Paulo

31/07/2021 06h00

Como jovens negras podem participar de decisões sobre questões mundiais? Neste episódio de Papo Preto, Yago Rodrigues conversa com três delas, jovens negras e ativistas de causas da negritude, crises climáticas e sustentabilidade e pautas de minorias no Brasil e no mundo. Amanda Costa, Lara Martins e Juliana Degani, falam sobre suas trajetórias de liderança de sucesso no Brasil e em organismos internacionais.

Amanda Costa tem de 24 anos e já atua como embaixadora da ONU no Brasil. Ela é internacionalista e atualmente ela representa a Juventude Brasileira no Y20, uma comunidade de jovens referências em seus países que vão influenciar tomadores de decisão no G20. "Também estou à frente da Perifa sustentável, uma organização para a juventude brasileira ocupar espaço junto aos tomadores de opinião (a partir de 9:30 do arquivo acima).

A dificuldade em perceber que era a única menina negra nos espaços em que ocupava sempre inquietou Juliana Degani,de 21 anos. Hoje ela estuda Relações Internacionais na USP, "mais um espaço elitizado que encontrei". Lá fundou o Coletivo Lélia Gonzalez, um espaço de conversa entre alunos, funcionários, seguranças e limpeza (a partir de 16:31 do arquivo acima).

Aos 29 anos, Lara Martins é hoje gerente de relacionamento e redes no sistema B Brasil. "É um movimento global que quer usar o poder dos negócios para construir o futuro que queremos. Justo, equitativo, menos desigual e sustentável. Eu estimulo, por meio da ferramenta da comunicação, o consumo consciente (a partir de 26:49 do arquivo acima). Lara também faz parte da juventude que representará o Brasil no Y20.

"Os jovens precisam estar no centro do debate", diz Amanda. "Nosso intuito é empoderar a juventude global, formar líderes para criar um comunicado institucional com as demandas e necessidades dessa juventude. Neste ano temos três temas para explorar: inclusão e igualdade de oportunidades, crise climática, sustentabilidade e energia, inovação, digitalização e futuro do trabalho" (a partir de 37:15 do arquivo acima).

Papo Preto é um podcast produzido pelo Alma Preta, uma agência de jornalismo com temáticas sociais, em parceria com o UOL Plural, um projeto colaborativo entre o UOL, coletivos e veículos independentes. Novos episódios vão ao ar todas as quartas-feiras.

Podcasts são programas de áudio que podem ser ouvidos a qualquer hora e lugar — no computador, smartphone ou em outro aparelho com conexão à internet. Você pode ouvir Papo Preto no canal do UOL no YouTube e nas plataformas de podcast Spotify, Google Podcast, Deezer, Apple Podcast e CastBox.