PUBLICIDADE
Topo

IPVA 2022 mais caro em SP é de Porsche de R$ 13 mi e 2 emplacamentos

Do UOL, em São Paulo

21/12/2021 15h15

A Secretaria da Fazenda e Planejamento de São Paulo divulgou hoje o calendário de pagamento e todas as demais informações sobre o IPVA 2022. Dentre elas, o órgão do governo paulista informou o valor mais alto do imposto a ser cobrado no Estado no ano que vem.

O título desta vez ficou com o Porsche 918 Spyder, ano 2015, que tem apenas duas unidades licenciadas em São Paulo. De acordo com a secretaria, cada uma delas tem valor avaliado em R$ 13.187.330 - valor equivalente a mais de um imóvel de alto padrão.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

O total de IPVA do superesportivo também é impressionante: o proprietário terá de arcar com R$ 527.493,20 relativos ao imposto.

Categoria mais badalada entre os consumidores, os SUVs também têm uma marca de luxo como seu representante de IPVA mais caro. E, assim como no ano anterior, o título ficou com o Rolls-Royce Cullinan, ano 2020, de apenas duas unidades no estado (e que já apareceu aqui no UOL Carros). O preço do carrão é de R$ 3.447.664, o que gera um imposto de R$ 137.906,56.

Entre as motos, o modelo com IPVA mais caro é o Ducati 1299 Superlegge, ano 2017. Com valor de R$ 416.929, seu dono terá que desembolsar R$ 8.338,58 de imposto.

Como é o Porsche 918 Spyder

Porsche 918 Spyder - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

Lançado em 2015, o hiperesportivo surgiu para disputar espaço e formar a "santa trindade" ao lado dos rivais Ferrari LaFerrari e McLaren P1. O esportivo alemão foi produzido com base na tecnologia que a marca desenvolveu competindo na prova 24 horas de Le Mans com protótipos.

Ele combina um motor V8 4.6, de aspiração natural, que rende 608 cv e 55 mkgf a dois elétricos que entregam 129 cv no alocado no eixo dianteiro e 156 cv no que vai fixado no eixo traseiro.

Combinados, os três entregam 887 cv e 93,5 mkgf. A bateria de íons de lítio do 918 Spyder tem capacidade de 6,8 kWh e ele tem autonomia para rodar 16 km a até 150 km/h apenas no modo elétrico.

A transmissão é automatizada de dupla embreagem e sete marchas. Com esse pacote, o esportivo híbrido atinge a velocidade máxima de 345 km/h e pode acelerar de 0 a 100 km/h em 2,6 segundos, de acordo com a Porsche.

Das pistas de corrida, ele trouxe também a suspensão independente adaptativa, eixo traseiro esterçante, que deixa o carro mais ágil em curvas e em manobras em baixa velocidade, e a estrutura toda de fibra de carbono, tornando-o mais leve e também mais seguro aos ocupantes.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.