Topo

Salão de Xangai


Novo Chevrolet Monza chinês é mais requintado do que o Cobalt brasileiro

Vitor Matsubara*

Em Xagani (China)

17/04/2019 10h03

Entrar no novo Chevrolet Monza poderia ser quase uma volta ao passado. Só que não: o sedã lançado na China em 2018 é diferente de qualquer sedã que conhecemos.

O nome é o único ponto que nos conecta com o Monza. Isso porque o carro é superior a um Prisma quando pensamos em vida a bordo, mas está longe do Cruze. Pense nele como um Cobalt, inclusive com o mesmo bom espaço interno. Já o design é mais bem resolvido, dando ao Monza um ar de sofisticação.

Vitor Matsubara/UOL
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

Por dentro, o Monza também é mais requintado do que o Cobalt brasileiro, com um nível de acabamento mais esmerado e uma lista de equipamentos mais generosa. E a motorização turbo (que também está no Onix Sedan) o deixaria um degrau acima dos sedãs de entrada do Brasil.

* O repórter viajou a convite da Caoa Chery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Salão de Xangai