PUBLICIDADE
Topo

Gracyanne descobre que foi destronada na União da Ilha: 'Venderam o posto'

Gracyanne Barbosa no ensaio na quadra da União da Ilha do Governador - Maurício Pingo/AgNews
Gracyanne Barbosa no ensaio na quadra da União da Ilha do Governador Imagem: Maurício Pingo/AgNews

Lucas Pasin e Bruno Laurato

Do UOL, no Rio, e colaboração para o UOL, em São Paulo

03/11/2021 18h50Atualizada em 04/11/2021 00h40

É hoje o dia da alegria? Não para Gracyanne Barbosa. A escola de samba União da Ilha do Governador utilizou a sua conta oficial no Instagram para comunicar que Gracyanne Barbosa não é mais a rainha de bateria da agremiação, após três anos de reinado. Ao UOL, ela afirma que o posto foi vendido e diz que não foi avisada antes.

"Foram três anos (2018/2019/2020) à frente de nossa bateria, onde você brilhou intensamente em nossos ensaios de quadra, de rua e nos desfiles oficiais. A comunidade te abraçou com todo carinho em virtude de sua educação, atenção e simplicidade. Obrigado por tudo, @graoficial! Boa sorte em seus trabalhos e projetos'", publicou a escola.

Embora o texto de despedida, agradeça a dedicação da musa e deseje sucesso na sua jornada — o que remete a um final de reinado amigável entre as partes —, a musa deixou claro que não foi bem assim que tudo aconteceu.

Gracyanne responde no Instagram após escola de samba Ilha do Governador anunciar nova rainha da bateria - Reprodução - Reprodução
Gracyanne responde no Instagram após escola de samba Ilha do Governador anunciar nova rainha da bateria
Imagem: Reprodução

O que fiz Gracyanne

Em contato com o UOL, ela afirmou que o posto foi vendido e não entende o motivo da direção da escola não falar com ela. A musa ainda disse que não teria dinheiro para pagar a sua vaga como rainha de bateria, mas que poderia ficar com outro posto.

Me tiraram do posto de rainha e eu só soube pelo Instagram. Soube que eles venderam o posto e eu super entendo isso. Nunca paguei para ser rainha, mas entendo. Só não entendo o motivo de não conversarem antes. Até pelo respeito. Eu tinha relacionamento tão bacana com todos eles, inclusive com o presidente. Se ele me falasse que a escola está precisando de grana e que tinha alguém para pagar pelo posto, eu entenderia. Eu não posso pagar. Posso ajudar de outras formas, mas não tenho como pagar. Fico dias longe de casa, minha grana é suada. Tenho outros projetos e sonhos para realizar. Estou chateada. Eu viria em outro posto, sem problemas. Infelizmente as escolas de samba fazem isso, não só comigo, mas com quase todas as rainhas. Estava lá há 3 anos. É péssimo porque vão achar que eu saí só porque foi rebaixada, mas eu já desfilei muito sem holofote também. De qualquer forma não me desanimo para o próximo Carnaval. Adoro a folia e, mesmo chateada, amo o Carnaval

Já na publicação da escola de samba, a modelo respondeu vários comentários de torcedores que lamentaram a sua saída. "Não foi uma escolha minha. Acabei de saber lendo aqui e estou extremamente chateada. Amo a União da Ilha e continuarei amando", respondeu a um comentário.

Já para outro seguidor que questionou o motivo da saída, a ex-rainha utilizou o emoji de dinheiro.

O UOL procurou a União da Ilha do Governador, que afirmou não ter "bada a declarar" sobre o caso.

Logo após a postagem de agradecimento a Gracyanne Barbosa, a União da Ilha fez um novo post. Dessa vez apresentando a nova rainha da bateria que, segundo eles, seria uma "cria da casa", um desejo antigo da comunidade.

Veja abaixo a publicação da agremiação: