PUBLICIDADE

Topo

Conexão VivaBem

Dicas para ajudar a cuidar do corpo, da mente e da alimentação de forma descomplicada


'Mulher sente dor no sexo e nem sabe que pode ser saúde', diz ex-BBB

Colaboração para VivaBem

01/06/2022 15h00

No sétimo episódio da terceira temporada do Conexão VivaBem, a apresentadora Mariana Ferrão e as ginecologistas Marcela McGowan e Marianna Assumpção batem um papo sobre por que algumas mulheres que sentem dor durante o sexo acham que isso é normal e acabam deixando para lá.

Na opinião de Assumpção, isso ocorre por conta da criação: "Acho que a mulher ainda não se dá o direito de falar o que realmente sente, acha que tem que cumprir aquele papel, ter a relação, e não pensa que isso, na verdade, pode estar relacionado às vezes a alguma doença ou condição".

Já para McGowan,ex-BBB e apresentadora, a mulher acaba deixando o que ela quer e o que ela sente em segundo plano. "A gente tem essa crença de que não é pra gente, não é pra ser prazeroso e que para agradar o outro vale qualquer coisa. Nunca a dor no sexo é normal", afirma ela ao dizer que, das queixas sexuais, essa é a que mais a choca por ser algo físico.

A ex-BBB diz que fazer sexo pelo outro sem querer já é uma forma de violência contra a própria pessoa. "É pesado a gente dizer assim, mas é a realidade. Você está se violentando, está passando para o teu corpo essa mensagem de que está fazendo algo que não quer."

De acordo com a médica, promover esse tipo de trauma gera um gatilho de medo de isso acontecer de novo, ou seja, quando a mulher vai ter outra relação sexual, o gatilho traz uma tensão ainda maior, dói mais, gerando um círculo vicioso: "Sem dúvida, o fato de você estar fazendo sexo por obrigação gera uma memória corporal que não é legal".

A apresentadora explicou as dores que podem ocorrer durante o sexo, a partir de uma divisão anatômica:

Quando é na vulva, que é a região externa, é chamada de vulvodínia: pode doer só de tocar na área, nem penetração precisa para causar o desconforto.

No caso do vaginismo, geralmente a dor é mais na entrada do canal, é como se a mulher sentisse que está fechado, bloqueado de passar a penetração.

A dor profunda é uma "dorzinha no pé da barriga", que reflete mais como uma cólica.

As duas médicas dão dicas do que fazer se você sentir dor durante o sexo:

"Primeira coisa é saber que isso não é normal e procurar ajuda", diz Marianna Assumpção. "Você vai falar com o parceiro, ter um diálogo, falar que está incomodando é ir atrás de ajuda. Investigar para fazer um tratamento guiado para a causa dessa dor, porque é importante você conseguir ter uma relação prazerosa sem estar sofrendo por isso."

A dica da ex-BBB Marcela é se conhecer, explorar e entender o que te excita: "A gente tem que ir atrás do nosso prazer. Qualquer artifício que a gente usar para ele está válido."

Além disso, a médica e apresentadora aconselha a ir para a penetração somente na hora em que o corpo estiver pronto e diz que o sexo é mais que penetração: "Penetração é um dos recursos sexuais que a gente tem, mas existem vários outros".