PUBLICIDADE

Topo

Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito


Movimento

Kaysar seca 4 kg de gordura com dois treinos por dia; quais cuidados tomar?

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Giulia Granchi

Do VivaBem, em São Paulo

02/06/2020 11h13

Aproveitando o tempo livre durante o isolamento social, o ator Kaysar Dadou está mantendo uma rotina intensa de exercícios físicos em casa.

"Estou treinando muito, duas a três vezes por dia. Já perdi mais ou menos 4 kg de gordura, mas estou ganhando músculo, estou deixando o meu corpo definido", contou ao Gshow.

Para quem, assim como Kaysar, tem algumas horas sobrando no dia, a ideia de aumentar a frequência de treinos pode ser atrativa, mas especialistas entrevistados pelo VivaBem apontam que nem sempre a técnica garante resultados tão impressionantes quanto o do ator.

Se seu objetivo é só acelerar os ganhos na malhação, nem sempre vale malhar duas vezes no mesmo dia — é possível conseguir os mesmos resultados com uma única sessão bem planejada. No entanto, dividir a atividade física em dois períodos pode funcionar para quem não tem tempo suficiente para um circuito mais longo, ou simplesmente prefere não fazer tudo de uma vez só.

"Pessoas com objetivos comuns, como perder gordura e ganhar massa, podem, sim, se encaixar nessa divisão, desde que tenham volume de exercício, intensidade, descanso e alimentação adequadas", afirma Cau Saad, pesonal trainer pós-graduada em metodologia do treinamento específico pela FMU (Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas).

Quais cuidados tomar?

A reposição energética física e mental precisa ser feita corretamente para que seu corpo se recupere e você continue evoluindo nos treinos. Fique atento também ao volume de treino e a intensidade dele, sempre consultando um profissional de educação física.

"Recomenda-se, por exemplo, treinar musculação pela manhã e, depois de pelo menos seis horas, realizar o treino aeróbico. Se o descanso não for suficiente, a qualidade da performance pode cair na segunda sessão", alerta o educador físico Alexandre Evangelista, doutor em ciências da saúde, professor da Uninove (Universidade Nove de Julho) e pesquisador da Universidade São Judas Tadeu.

Além disso, é muito importante ter disciplina para cumprir exatamente o que foi programado pelo treinador. "As sessões divididas e mais curtas precisam ser mais intensas para um resultado significativo, exceto quando o treino for regenerativo", indica Saad.

Para quem não é indicado?

Pessoas que estão começando a se exercitar, com sobrepeso, grávidas ou problemas de saúde que limitam a atividade física não devem aderir à abordagem. Ela também não é indicada para quem não tem regularidade no treino, pois você sempre deixará de cumprir uma parte que era para ter sido feita como complemento da outra sessão, prejudicando o resultado.

"A maioria das pessoas não consegue se programar para uma rotina 'dobrada'. Em muitos casos, ter uma boa frequência semanal com um treino por dia vai trazer resultados mais positivos do que tentar se exercitar duas", finaliza Evangelista.

Movimento