Topo

Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito


Movimento

Personalidade pode prever com que frequência você se exercita na academia

iStock
Imagem: iStock

Do VivaBem, em São Paulo

22/09/2019 15h55

Você é do tipo que coloca suas atividades como metas diárias? Se ir a academia for uma delas, saiba que isso pode definir, e muito, seu envolvimento com atividades físicas. As descobertas foram publicadas na revista Psychological Science.

A pesquisa sugere que a característica chamada "planejamento" pode se traduzir em diferenças de comportamento no mundo real.

Como o estudo foi feito

  • Os pesquisadores recrutaram 282 universitários e analisaram a frequência com que eles iam na academia por um período de 20 semanas.
  • Eles acompanharam o número de vezes que cada voluntário ia até o campus de recreação da faculdade no inverno de 2018 e na academia no outono de 2017.
  • Durante o trabalho, os participantes forneceram uma descrição sobre seus planos de exercícios.
  • Eles também foram submetidos a testes de personalidade, como o Big Five.
  • Ao analisar os dados, os cientistas verificaram que os participantes que se classificavam com o nível alto em planejamento foram ao ginásio mais durante os dois semestres de estudo.

"Este trabalho é amplamente informativo para quem está curioso sobre como as pessoas buscam objetivos de saúde, incluindo seus próprios padrões de pensamento em torno objetivos", afirma Rita M. Ludwing, uma das autoras do estudo.

"Os médicos podem achar útil entender como seus pacientes tendem a pensar em objetivos e se as diferenças de pessoas para pessoa nesse pensamento estão relacionadas a resultados."

Embora houve uma relação pequena, mas significativa, entre o planejamento do participante e o nível de detalhe seus planos em relação à atividade física, os autores descobriram que a descrição não tinha relação com o comparecimento à academia.

Ficamos surpresos, então, por não encontrar nenhuma relação entre o comportamento das pessoas em buscar objetivos e como elas os escrevem", finaliza a pesquisadora.

Movimento