Topo

Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito


Movimento

13 atitudes que você deve evitar para não se tornar o "mala" da academia

Nada de deixar pesos espalhados pelo chão ou ocupar um aparelho com seus pertences enquanto usa outro equipamento - iStock
Nada de deixar pesos espalhados pelo chão ou ocupar um aparelho com seus pertences enquanto usa outro equipamento Imagem: iStock

Fernanda Beck

Colaboração para o VivaBem

10/09/2019 04h00

Apesar de a musculação ser uma modalidade individual, a academia é um ambiente coletivo, onde muitas pessoas dividem o mesmo espaço e aparelhos. No entanto, não é raro ver gente se comportando como se estivesse em casa, sem saber compartilhar o local, atrapalhando e distraindo os outros usuários.

Conversamos com profissionais de educação física de algumas academias para saber quais são algumas das maiores mancadas que as pessoas dão na academia, para você não pisar na bola e prejudicar seus colegas de malhação.

1. Deixar a esteira ligada

Não importa se você está fazendo um treino em circuito que intercala os exercícios de força com a esteira, ou se ficou com sede e decidiu ir até o bebedouro: nunca saia da esteira sem desligá-la. Outra pessoa pode não perceber e se machucar bastante ao subir. Sempre que precisar deixar o aparelho, desligue-o. O equipamento demora apenas alguns segundos para retomar a velocidade quando você voltar a ligá-lo.

2. Querer copiar os exercícios do blogueiro

Tem gente que adora imitar o treino que viu o influenciador fitness favorito fazer no Instagram. Aí, perturba o professor para incluir os exercícios na ficha de musculação ou até realiza os movimentos escondido. Porém, é pouco provável que o treino do blogueiro seja 100% adequado a você, já que suas características pessoais, objetivos e condicionamento são diferentes. Insistir para que o treinador mude uma rotina de exercícios que passou horas planejando é desrespeitoso e contra produtivo, já que cada exercício, série e repetição está ali com base no seu histórico de treino e metas a atingir em longo prazo.

3. Reservar os aparelhos

Deixar a garrafa de água reservando o banco do supino enquanto você termina a série de pulley costas é uma "técnica" comum que ignora o fato de que os aparelhos têm de ser compartilhados --e que cada pessoa só consegue usar um aparelho por vez. Também não vale achar que é "dono" da máquina por ser um frequentador antigo. É raro uma academia ter equipamentos suficientes para proporcionar uso exclusivo, principalmente nos horários de pico. O ideal é revezar e ser rápido na utilização dos aparelhos, barras e halteres.

4. Tirar fotos no vestiário lotado

Muitas academias já têm regras específicas e avisos proibindo fotografar no vestiário, cujo perigo, claro, é acidentalmente pegar alguém mais à vontade no fundo da foto. Para evitar que um colega saia pelado ou se trocando na sua selfie, deixe a para outro momento, em um canto que não atrapalhe os outros --e não se esqueça de postá-la com a #tapago, para aparecer em nosso Instagram @vivabem_uol.

5. Não limpar os equipamentos

Ninguém quer se deitar, se sentar ou pegar no suor do outro. Então, mesmo que você não transpire muito, leve uma toalhinha para enxugar o suor do corpo e faça a higienização dos aparelhos após o uso —com um pano com álcool, sempre disponível nas academias. É algo rápido e fácil, que mostra o seu respeito com o próximo.

6. Atender o celular durante a aula

Se musculação já não é bom interromper o exercício para atender o celular, imagine durante a aula de spinning, de running, de dança ou de funcional. Além de ser um desrespeito com professor e prejudicar o resultado da atividade, você vai incomodar os colegas e atrapalhar a concentração deles. Portanto, antes da aula, desligue o celular ou deixe o aparelho no mudo —também é comum ver pessoas demorando a encontrar um celular tocando.

7. Não guardar os pesos

Apesar dos inúmeros avisos espalhados em muitas academias, diversos alunos ainda se esquecem de colocar os halteres de volta no rack ou de retirar as anilhas dos aparelhos após utilizá-los. Fazer isso é uma falta de respeito com o colega que vai usar o equipamento em seguida e terá que desmontá-lo. Tem preguiça de retirar os pesos? Pense que fazer isso é uma forma de gastar umas calorias extras.

8. Gritar durante os exercícios

Chegou o dia de aumentar a carga ou dar o máximo de si no treino. Já na primeira repetição você solta aquele "urro", para liberar toda a energia acumulada em mostrar que está fazendo força. Cuidado! Assim, você pode assustar um desavisado ou acabar virando motivo de piada se exagerar demais. Uma sugestão é trocar os gritos por expirações benfeitas, que ajudam a contrair o abdome durante o movimento e aumentam a eficiência do exercício. Além de sempre usar uma carga adequada para seu condicionamento.

9. Ficar empacado no celular

O celular é um grande inimigo do bom convívio nas academias. Ao ficar mexendo no smartphone durante o treino, as pessoas demoram mais nos aparelhos de musculação, atrapalham a circulação das pessoas, tiram fotos de quem não quer aparecer, interrompem aulas... O ideal mesmo é deixar o telefone dentro da mochila durante a atividade física —ou no modo avião se for usar o celular para ouvir música, sempre com fone de ouvido, claro. Está esperando uma ligação ou uma mensagem muito importante? Ok, se precisar usar o telefone, vá para um canto menos movimentado.

10. Jogar os pesos no chão

Cuidado para não criar o hábito de jogar os halteres, barras e anilhas após levantá-los. É importante cuidar do equipamento para que ele esteja sempre em bom estado. Além disso, o barulho pode incomodar outras pessoas, você pode danificar o piso da academia e até machucar o pé de alguém.

11. Abolir o uso de desodorante

Se você acha que para treinar não é preciso passar desodorante, deixe para adotar essa prática na hora de fazer um treino ao ar livre. Na academia, é imprescindível o uso do desodorante, para não incomodar ninguém nem levar a situações que podem ser constrangedoras. Também é bom não fazer o contrário e exagerar no perfume.

12. Falar sem parar

Conversar faz parte de estar na academia, mas alguns alunos exageram e chegam à academia comentando sobre tudo, querendo dar dicas para os professores, perguntando qual o objetivo dos outros e sugerindo que todo mundo faça o mesmo treino que ele. Treinar com amigos é sempre motivador e divertido (veja aqui exercícios para fazer em dupla), mas cuidado para não se exceder no tom de voz e nas gargalhadas. Concentrar-se no próprio treino é a maneira mais garantida de saber que você não está pesando na atividade física de ninguém.

13. Demorar horas para se trocar

O vestiário é um espaço feito para as pessoas tomarem banho e mudarem de roupa. Logo, é totalmente normal ver gente pelada lá. Mas tem gente que gosta de ficar muito à vontade, como veio ao mundo, enquanto penteia o cabelo, passa creme, arruma a mochila, lê as mensagens no celular... Lembre-se que você não está em casa, e ficar muito tempo pelado pode incomodar quem está em volta. Pode se trocar sem pressa, mas conclua a operação sem se demorar com outras atividades.

Fontes: Eric Montagnana, profissional de educação física e gerente de musculação da Cia. Athletica Granja Vianna; Eduardo Netto, profissional de educação física diretor técnico da Bodytech; Carolliny Moura, personal trainer da Cia. Athletica Morumbi Shopping; Rafael Zimak, educador físico/gerente técnico Bodytech Ribeirão Preto; Mauro Cardaci, profissional de educação física e coordenador da musculação, lutas e personal da Bodytech Eldorado.