PUBLICIDADE

Topo

Paola Machado

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Como a alimentação saudável beneficia a saúde física, mental e social

iStock
Imagem: iStock
Conteúdo exclusivo para assinantes
Paola Machado

Paola Machado é formada em educação física, mestre em ciências da saúde (foco em fisiologia do exercício e imunologia) e doutora em ciências da saúde (foco em fisiopatologia da obesidade e fisiologia da nutrição) pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). Atualmente, atua como pesquisadora, desenvolvendo trabalhos científicos sobre exercícios, nutrição e saúde. CREF: 080213-G | SP

Colunista do UOL

20/12/2021 04h00

Uma alimentação saudável é um ingrediente de uma vida bem equilibrada: significa obter o suficiente de todos os nutrientes importantes; escolher uma variedade de cada grupo alimentar; e evitar excesso de gordura, açúcar, sal e álcool. Sua saúde física, mental e social está ligada à sua dieta e vice-versa.

Vamos entender um pouco da sua saúde no nível físico, mental, social e intelectual.

  • Saúde física. Alimentos saudáveis fornecem às células do corpo os nutrientes de que precisam para desempenhar suas funções corretamente e, sem alimentos nutritivos, os processos metabólicos reduzem drasticamente e sua saúde física pode ficar comprometida. Dessa forma, uma alimentação saudável também ajuda a proteger o corpo contra doenças como as cardíacas, diabetes tipo 2 e câncer.
  • Saúde mental. A falta de certas vitaminas e minerais, como vitamina B12, cálcio e ferro, está correlacionada a sintomas de depressão. Por esse motivo que as novas mães podem ser particularmente vulneráveis para completar as tarefas diárias necessárias para uma vida feliz e equilibrada. Sem energia suficiente, você pode não ser capaz de realizar o que precisa fazer, o que pode afetar negativamente sua saúde mental. De acordo com a Mayo Clinic, escolhas alimentares pouco saudáveis aumentam o risco de desenvolver doenças como o Alzheimer mais tarde na vida.
  • Saúde social. Ingerir alimentos saudáveis melhora sua disposição e energia. Uma estima elevada pode torná-lo mais confiante socialmente, fortalecendo seu desejo de fazer novas amizades.
  • Saúde intelectual. De acordo com os CDCs (Centros de Controle e Prevenção de Doenças) dos EUA, a fome afeta negativamente o desempenho acadêmico das crianças. Pular o café da manhã pode prejudicar o rendimento na escola. Quando você não tem a nutrição adequada, pode achar mais difícil se concentrar em aprender novas informações e se sentir inquieto ou distraído ou ter uma dor de cabeça, fatores que podem prejudicar o desempenho intelectual.

Benefícios da alimentação saudável

  • Prevenção de doenças. Uma alimentação saudável previne uma variedade de doenças crônicas. Pesquisas emergentes e estudos laboratoriais mostram que uma alimentação balanceada pode até reduzir o risco do desenvolvimento de câncer. As diretrizes da American Cancer Society recomenda uma dieta balanceada com ênfase em fontes vegetais para obter os melhores benefícios na prevenção do câncer. Da mesma forma, a University Medical Center sugere que a dieta tem um papel importante na prevenção de Alzheimer. Diabetes e obesidade são outras doenças crônicas que podem ser prevenidas com o auxílio de uma alimentação saudável, além de estimular o sistema imunológico e fortalecer o corpo contra outros tipos de doenças transmissíveis.
  • Saúde cardiovascular. A pressão alta ou hipertensão pode resultar em insuficiência cardíaca e morte prematura. Uma dieta rica em grãos, aves, peixes e nozes, com limitação de gorduras, doces e bebidas açucaradas, reduz o risco de desenvolver hipertensão. A ingestão de sal e sódio também é um fator contribuinte primário nas doenças cardíacas --vale lembrar que muitos alimentos processados têm altos níveis de sódio. Para obter melhores resultados, combine uma dieta saudável para o coração com exercícios aeróbicos regulares, que ajudam a manter o fluxo sanguíneo e o ritmo cardíaco.
  • Energia e crescimento. Uma alimentação saudável fornece quantidades adequadas de vitaminas e nutrientes, essenciais para o crescimento, para a energia e para o desenvolvimento adequado. Quando os níveis de vitaminas são inadequados podem ocorrer sérios problemas de saúde. A deficiência de vitamina A, por exemplo, pode causar cegueira em crianças e é particularmente perigosa para mulheres grávidas. A anemia por deficiência de vitamina é causada por níveis insuficientes de vitamina C, folato e vitamina B12, levando a fadiga extrema, tontura, falta de ar, perda de peso e outros sintomas indesejáveis.

Para resultados máximos de saúde, evite alimentos que contenham gorduras trans ou grandes quantidades de açúcar, colesterol ou sal. Embora uma dieta saudável forneça benefícios por si só, é melhor quando combinada com atividade física regular, por isso encontre uma maneira de incorporar os exercícios à sua rotina diária. Além disso, evite pular o café da manhã e sempre tente ter uma frequência de refeições ao longo do dia. Busque sempre o equilíbrio.

Malefícios da alimentação não saudável

O consumo de alimentos não saudáveis de forma regular pode contribuir para problemas de saúde.

  • Obesidade. Além de outras causas, a obesidade também está relacionada a uma alimentação pouco saudável. Como você deve queimar mais calorias do que consome (balanço energético), uma dieta hipercalórica combinada com inatividade física provavelmente resultará em ganho de peso excessivo. Alimentos que contêm grandes quantidades de gorduras trans, gordura saturada e açúcar contribuem para aumentar o risco de obesidade. Para obter o máximo benefício para a saúde, sempre tome o café da manhã e evite pular refeições ao longo do dia para ajudar a regular o seu metabolismo e evitar lanches prejudiciais à saúde.
  • Saúde cardiovascular. A qualidade de sua dieta tem um impacto significativo em sua saúde cardiovascular. Sal e alimentos gordurosos podem ser particularmente prejudiciais quando consumidos em quantidades excessivas em uma base regular. Para a máxima saúde cardiovascular, limite a ingestão de sódio a 2.400 mg por dia (6 gramas de sal).
  • Desenvolvimento de patologias. Uma dieta saudável não apenas ajuda a prevenir doenças cardíacas, mas também pode ajudar na prevenção de diabetes tipo 2, osteoporose e até câncer. Uma dieta pouco saudável também pode causar deficiências de nutrientes, que são particularmente comuns em pessoas que não atendem às necessidades calóricas diárias. De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), as deficiências nutricionais mais ameaçadoras são a anemia por deficiência de ferro, a deficiência de vitamina A e os distúrbios por deficiência de iodo.

Referências:

University of Minnesota. How Does Food Impact Health? Disponível em: https://www.takingcharge.csh.umn.edu/how-does-food-impact-health

Medline Plus. Managing your weight with healthy eating. Disponível em: https://medlineplus.gov/ency/patientinstructions/000330.htm

Medline Plus. Heart disease and diet. Disponível em: https://medlineplus.gov/ency/article/002436.htm

WHO. Benefits of a balanced diet. Disponível em: https://www.euro.who.int/en/health-topics/disease-prevention/nutrition/a-healthy-lifestyle/benefits-of-a-balanced-diet

WHO. Micronutrients. Disponível em: https://www.who.int/health-topics/micronutrients#tab=tab_1

American Cancer Society Guideline for Diet and Physical Activity for Cancer Prevention. Disponível em: https://www.cancer.org/healthy/eat-healthy-get-active/acs-guidelines-nutrition-physical-activity-cancer-prevention.html.