PUBLICIDADE

Topo

Cochilo após o treino: os prós e contras e dicas para aproveitar a soneca

iStock
Imagem: iStock
Paola Machado

Paola Machado é formada em educação física modalidade em saúde pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), mestre em ciências da saúde (foco em fisiologia do exercício) e doutoranda em nutrição pela UNIFESP. É autora do Livro Kilorias - Faça do #projetoverão seu estilo de vida (Editora Benvirá). Atualmente, atua como pesquisadora, desenvolvendo trabalhos científicos sobre obesidade, e tem um canal de desafios (30 Dias com Paola Machado) onde testa a teoria na prática. Também é fundadora do aplicativo 12 semanas. CREF: 080213-G | SP

Colunista do UOL

10/07/2020 04h00

Dormir é uma parte importante de nossa rotina diária. Todos nós necessitamos de um tempo adequado de sono durante à noite para a manutenção do corpo e consolidação da memória. Além disso, a boa qualidade do sono fortalece o sistema imunológico, previne doenças e estimula o bom funcionamento do cérebro.

Mas e quando falamos dos cochilos no meio do dia? Muitos praticantes de atividades físicas têm sono após o treino e relatam que cochilam depois da atividade física —principalmente aos finais de semana, já que para um atleta amador nem sempre é possível dormir durante a semana...

A relação entre sono e exercício é de ajuda mútua. A atividade física é conhecida por deixar a gente "mais ligado". Isso ocorre porque o exercício eleva a frequência cardíaca e o fluxo sanguíneo, fazendo você se sentir mais disposto —por isso algumas pessoas não conseguem treinar de noite e dormir logo na sequência . No entanto, como essa é uma resposta individual, é possível se sentir muito cansado e com sono logo após o exercício, principalmente após esportes mais intensos, que exigem muita energia e resistência.

As vantagens de um cochilo após o treino

  • Recuperação muscular Tirar uma soneca após o exercício pode auxiliar na recuperação muscular. Quando você dorme, sua hipófise libera hormônio do crescimento (GH), importante para reparar e construir os tecidos musculares. A substância é essencial para o crescimento muscular, o desempenho atlético e benefícios da atividade física.
  • Recuperar o sono da noite A privação do sono dificulta a recuperação muscular, diminui a função cognitiva e enfraquece o sistema imunológico. Ao tirar uma soneca, você pode diminuir os efeitos da privação do sono descansando mais.
  • Fadiga física reduzida Sentir sono após o exercício é um sinal de fadiga muscular. No entanto, como cochilar incentiva a recuperação muscular, diminui a fadiga.
  • Maior alerta mental Da mesma forma, tirar uma soneca após o exercício pode aumentar a energia mental. Se você acordou cedo para malhar, uma soneca pode ajudá-lo a se sentir menos cansado.

Desvantagens da soneca depois do treino

  • Má qualidade do sono O exercício aumenta o nível de endorfinas e a temperatura do corpo. Essas mudanças podem manter seu cérebro e corpo acordados. É por isso que algumas pessoas evitam malhar antes de dormir. Portanto, mesmo se você quiser tirar uma soneca, pode ser difícil obter um descanso de qualidade.
  • Inércia do sono Se você tirar uma longa soneca, poderá entrar nos estágios mais profundos do sono e sentir-se um pouco "desorientado" quando acordar. Esse sentimento, conhecido como inércia do sono, pode durar até 30 minutos.
  • Comprometimento do sono noturno Embora a soneca possa recuperar uma má qualidade do sono na noite anterior, pode também afetar negativamente o sono noturno, fazendo com que você tenha dificuldades para dormir. Além disso, se você tiver um distúrbio do sono, cochilar pode piorar seus sintomas.

Dicas para aproveitar melhor o cochilo

  • Procure dormir de 20 a 30 minutos, para não entrar em sono profundo.
  • Se você se sentir cansado após um treino noturno, durma mais cedo. Apenas certifique-se de hidratar e fazer uma refeição de recuperação primeiro.
  • Evite cochilos ao final do dia. Tente cochilar entre 13h e 15h, quando sua energia começa a diminuir naturalmente. Se você cochilar tarde demais durante o dia, poderá não conseguir dormir à noite.
  • Tente se alongar antes do cochilo, para evitar a fadiga muscular e rigidez ao acordar.
  • Certifique-se de se reidratar antes de tirar uma soneca.
  • Mantenha o quarto fresco.
  • Reduza o som ambiente.
  • Tente deixar o ambiente mais escuro.

Ter muito sono após o treino é motivo de preocupação?

Em geral, não. É normal se sentir cansado depois de se exercitar, principalmente depois de um treinamento mais intenso. O cansaço após o treino depende de muitos fatores, como o nível de condicionamento físico, a alimentação e hidratação, duração, intensidade e frequência do exercício, como está sua qualidade de sono e algumas patologias pré-existentes.

    Converse com seu médico se sentir vontade de tirar uma soneca regularmente, adormecer repetidamente sem perceber, ter dificuldade em acordar de pequenos cochilos ou não conseguir cochilar mesmo que você esteja cansado, pois esses sintomas podem indicar uma condição médica não relacionada à atividade física. Considere falar, também, com um profissional de educação fisica, pois ele pode avaliar sua rotina atual e determinar se é apropriado para o seu nível de condicionamento físico.

    E lembre-se de priorizar o sono noturno, pois os cochilos não são substitutos.

    Referências:

    - BAKER, Theodore L. Introdução ao sono e distúrbios do sono. Clínicas Médicas da América do Norte , v. 69, n. 6, p. 1123-1152, 1985.

    - Boletim ABN News. Uma publicação da Academia Brasileira de Neurologia | Ano 13 | Edição 2 | Mar/Abr 2017 | http://site1368802192.provisorio.ws/files/publicacoes/0000001-0000500/63/536094b125c7fc9a626b42785b4dad2f.pdf

    - GAO, Burke et al. CHRONIC LACK OF SLEEP IS ASSOCIATED WITH INCREASED SPORTS INJURY IN ADOLESCENTS: A SYSTEMATIC REVIEW AND META-ANALYSIS. Orthopaedic Journal of Sports Medicine, v. 7, n. 3_suppl, p. 2325967119S00132, 2019.

    - HIRSHKOWITZ, Max et al. National Sleep Foundation's sleep time duration recommendations: methodology and results summary. Sleep health, v. 1, n. 1, p. 40-43, 2015.

    - KNOWLES, Olivia E. et al. Inadequate sleep and muscle strength: Implications for resistance training. Journal of science and medicine in sport, v. 21, n. 9, p. 959-968, 2018.

    - MILEWSKI, Matthew D. et al. Chronic lack of sleep is associated with increased sports injuries in adolescent athletes. Journal of Pediatric Orthopaedics, v. 34, n. 2, p. 129-133, 2014.

    - MÔNICO-NETO, Marcos et al. Resistance exercise: a non-pharmacological strategy to minimize or reverse sleep deprivation-induced muscle atrophy. Medical hypotheses, v. 80, n. 6, p. 701-705, 2013.

    - The Slumbering Masses: Sleep, Medicine and Modern American Life?Mathew J. Wolf Meyer, University of Minnesota Press, 2012.

    - WEBB, W. B.; AGNEW, H. W. Sleep stage characteristics of long and short sleepers. Science, v. 168, n. 3927, p. 146-147, 1970.

    - ZHU, Bingqian et al. Effects of sleep restriction on metabolism-related parameters in healthy adults: A comprehensive review and meta-analysis of randomized controlled trials. Sleep medicine reviews, 2019.

    - Kleiton, F. e Chaves, T. Fisiologia da fadiga muscular de origem central e periférica. EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires, Año 16, Nº 164, Enero de 2012.

    - T. J. Carroll, J. L. Taylor, and S. C. Gandevia. Recovery of central and peripheral neuromuscular fatigue after exercise. Journal of Applied Physiology 2017 122:5, 1068-1076.

    - Costa PNC, Musialowski R, Palma A. Central and Peripheral Fatigue in Physical Effort: A Mini-Review. JEPonline 2019;22(5):220-226.

    - O'Donnell S, Beaven CM, Driller MW. From pillow to podium: a review on understanding sleep for elite athletes. Nat Sci Sleep. 2018;10:243-253. Published 2018 Aug 24. doi:10.2147/NSS.S158598.

    - TAYLOR, JANET L.; AMANN, MARKUS; DUCHATEAU, JACQUES; MEEUSEN, ROMAIN; RICE, CHARLES L. Neural Contributions to Muscle Fatigue, Medicine & Science in Sports & Exercise: November 2016 - Volume 48 - Issue 11 - p 2294-2306 doi: 10.1249/MSS.0000000000000923.

    - Vitale KC, Owens R, Hopkins SR, Malhotra A. Sleep Hygiene for Optimizing Recovery in Athletes: Review and Recommendations. Int J Sports Med. 2019;40(8):535-543. doi:10.1055/a-0905-3103.