PUBLICIDADE

Topo

SP terá livraria só com títulos LGBTQIA+: 'Refletem nossas experiências'

Caroline Fernandes e Fer Krajuska abrirão as portar da Livraria Pulsa na próxima sexta-feira (8) - Camila Svenson/UOL
Caroline Fernandes e Fer Krajuska abrirão as portar da Livraria Pulsa na próxima sexta-feira (8) Imagem: Camila Svenson/UOL

Mariana Gonzalez

De Universa, em São Paulo

02/04/2022 04h00

"A literatura não precisa ser uma coisa tão séria, tão cult. Dá para falar de livro na mesa do bar". Essa é a ideia da dupla Caroline Fernandes, 35, editora de texto, e Fer Krajuska, 34, editora de vídeo, que na próxima sexta-feira (8) inaugura, em São Paulo, uma livraria dedicada apenas a títulos e autores LGBTQIA+.

A Livraria Pulsa abre as portas dentro do Bar DAS —espaço dedicado a mulheres lésbicas na Santa Cecília, região central e boêmia da capital paulista —com cerca de 30 títulos, número que deve ser expandido aos poucos. Universa com a dupla sobre o empreendimento, que promove a diversidade, e pegou dicas de livros sobre o tema (confira a lista ao final deste texto).

"A Pulsa nasce do desejo de ter um catálogo somente com autores e temática LGBTQIA+. Eu, como lésbica, e Fer, como pessoa não-binária, tivemos pouco acesso a histórias que refletissem as nossas experiências. Isso é muito importante para gente", fala Caroline, que trabalha no mercado editorial há dez anos.

O projeto saiu do papel em menos de dois meses: a dupla pensava em abrir o negócio em um espaço similar a uma banca de jornal, mas a burocracia era grande, até que elas souberam que o espaço dentro do bar, onde antes funcionava um sex shop, estava disponível: "Desde o começo, queríamos que fosse algo mais descontraído. E esse espaço caiu muito bem"

Livraria funcionará dentro do Bar DAS, um espaço dedicado a mulheres lésbicas na região central de São Paulo - Camila Svenson/UOL - Camila Svenson/UOL
Livraria funcionará dentro do Bar DAS, um espaço dedicado a mulheres lésbicas na região central de São Paulo
Imagem: Camila Svenson/UOL

Resistência à onda conservadora

Nos últimos anos, casos de ataque e censura a títulos LGBTQIA+ se tornaram emblemáticos, como o episódio em que o então prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella (Republicanos) mandou recolher da Bienal do Livro uma HQ que tinha a ilustração de um casal gay na capa. Ou então quando João Doria (PSDB), governador de São Paulo, mandou recolher das escolas um livro didático que abordava identidade de gênero e orientação sexual para alunos do 8º ano do Ensino Fundamental —adolescentes de 12 a 14 anos.

"Para toda desinformação, há muita informação", fala Caroline. "Assim como existe uma onda conservadora, há também uma onda progressista que está ocupando espaço e fazendo circular informação, diversidade. Fazer parte disso nos deixa muito feliz".

"Nesse processo de curadoria, de pesquisar novos títulos, encontramos muita coisa que não tivemos acesso na adolescência, no começo da vida adulta. São títulos escassos, que não chegavam até a gente, mas que hoje têm uma produção muito grande".

A ideia da dupla, além de expandir o catálogo da livraria, é transformar o projeto em um selo, para publicar autores e histórias LGBTQIA+ que não são absorvidos por grandes editoras.

Livros livraria pulsa - Camila Svenson/UOL - Camila Svenson/UOL
"A invenção das mulheres" e "O parque das irmãs magníficas" são alguns dos títulos disponíveis na Livraria Pulsa
Imagem: Camila Svenson/UOL

Literatura LGBTQIA+: comece a ler

Sugestões de leitura de Caroline Fernandes e Fer Krajuska para quem quer começar a ler ou conhecer mais de literatura LGBTQIA+. Todos os títulos estarão disponíveis na Pulsa:

  • "Amora", de Natália Borges Polesso (ed. Dublinense)
  • "Contra a Moral e os Bons Costumes", de Renan Quinalha (ed. Companhia das Letras)
  • "Garota, Mulher, Outras", de Bernardine Evaristo (ed. Companhia das Letras)
  • "Perigosas Sapatas", de Alison Bechdel (ed. Todavia)
  • "Flor de Gume", de Monique Malcher (ed. Jandaíra)
  • "O Parque das Irmãs Magníficas", de Camila Sosa Villada (ed. Tusquets)
  • "Transfeminismo", de Letícia Nascimento (ed. Jandaíra)
  • "Um Apartamento em Urano: Crônicas da Travessia", de Paul B. Preciado (ed. Zahar)
  • "Tudo sobre o Amor: novas perspectivas", de Bell Hooks (ed. Elefante)
  • "Antes que Eu me Esqueça - 50 autoras lésbicas e bissexuais hoje", com curadoria de Gabriela Soutello (Quintal Edições)