PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

Regra do Miss Universo Colômbia exclui candidatas trans

Anúncio do Miss Universo Colômbia no perfil oficial do concurso no Instagram: "A próxima pode ser você" - Reprodução/Instagram
Anúncio do Miss Universo Colômbia no perfil oficial do concurso no Instagram: 'A próxima pode ser você' Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa, em São Paulo

09/06/2020 17h17Atualizada em 09/06/2020 17h19

Uma das regras para seleção da próxima Miss Universo Colômbia gerou repercussão negativa por excluir a possibilidade de mulheres transexuais e transgênero participarem do concurso. A norma diz que, para se inscrever, a candidata deve "ser mulher e não ter mudado de sexo" e foi publicada ontem no perfil oficial do evento no Instagram.

Natalie Ackermann, nova presidente do Miss Universo Colômbia, explicou ao jornal El Tiempo que o concurso está passando por uma transição das regras anteriores, "certamente bem-sucedidas durante muitos anos", para regulamentos similares ao do Miss Universo, respeitando a "tradição". "O Miss Universo Colômbia não descarta essa possibilidade [de permitir mulheres trans] no futuro", acrescentou.

Ao todo, foram publicados 15 requisitos para as candidatas ao Miss Universo Colômbia. Elas devem ser colombianas, ter compromisso social com uma causa associada à covid-19, não ter sido casada ou ter tido um casamento anulado, não ter dado à luz e não estar grávida e demonstrar saúde mental e física, entre outros.

As participantes também devem ter um nível alto de inglês e não podem ter determinados contratos publicitários, ter posado nuas para fotos ou vídeos e ter sido condenadas por delitos ou posse de drogas.

Antes de mudar suas regras, o concurso já teve entre suas candidatas uma miss transgênero: em 2018, Ángela Ponce participou da competição representando a Espanha. Ainda que não tenha chegado a ficar entre as semifinalistas, ela recebeu uma homenagem especial por parte do concurso e de suas companheiras, que ressaltaram seu valor e seu compromisso com o Miss Universo.

Ángela se manifestou nas redes sociais sobre a nova regra do Miss Universo Colômbia: "Sinto uma tristeza enorme. A decisão tomada é um reflexo de sua própria ignorância. Ânimo, irmãs, estou com vocês. Nunca duvidem de sua beleza, sua inteligência. Nossos direitos são os mesmos que os de qualquer outra mulher. Lutem [pela causa], eu estarei próxima [a vocês]", escreveu.

Diversidade