PUBLICIDADE

Topo

Vitória Strada sobre Marcella Rica: 'Primeira mulher por quem me apaixonei'

Vitória Strada e Marcella Rica - DIVULGAÇÃO/QUEM
Vitória Strada e Marcella Rica Imagem: DIVULGAÇÃO/QUEM

Colaboração para Universa

08/05/2020 16h36

Vitória Strada e Marcella Rica estão curtindo a quarentena para passar um tempo juntas. O casal, que se conheceu no ano passado, começou a morar junto há poucos meses e logo começou a pandemia do novo coronavírus. As duas atrizes são a capa e o recheio da Quem, do mês de maio. Elas se fotografaram para o ensaio e o resultado ficou bem intimista.

"Não existe lado bom na quarentena, mas ela nos mostrou a importância do amor. O mundo estava vivendo sob uma cultura do hater e da intolerância com quem pensava diferente. Acho que talvez até isso tenha gerado essa situação que estamos enfrentando agora. O coronavírus tem mostrado que precisamos ter amor e o cuidado não só por nós mesmos, mas pelo outro. Ficar em casa é amar o próximo que não tem esse privilégio que temos de nos isolar", diz Marcella sobre o período atual que estamos vivendo.

Vitória concorda e completa que estávamos vivendo tempos bem complicados antes mesmo da pandemia: "A gente já estava vivendo um caos antes disso tudo acontecer. As pessoas não se escutavam. É como se o mundo tivesse entrado em um colapso para as pessoas repensarem que dinheiro não é tudo. Que a saúde e o cuidar do outro devem vir em primeiro lugar. Não é só cuidar de você mesma. Tem que olhar para o outro".

Strada - REPRODUÇÃO/INSTAGRAM - REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Imagem: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Elas estavam bem atarefadas antes do isolamento social e tiveram que se acostumar a ficar em casa. Vitória parou as gravações da novela "Salve-se Quem Puder", enquanto Marcella se preparava para começar a gravar uma série.

Agora ela trabalha de home office e tem produzido campanhas em vídeo para arrecadar doações para projetos do Fundo Brasil de Direitos Humanos. Enquanto Vitória tem compartilhado seus estudos sobre ansiedade nas redes sociais.

"Nos conhecemos por amigos e fomos trocando assunto e percebendo quantas coisas tínhamos em comum. Fomos entendendo que não queríamos estar perto só pela atração física, mas por essa admiração e identificação, que são o que sustentam mesmo um relacionamento", relembra Vitória o começo do namoro.

Marcela Ricca - DIVULGAÇÃO/QUEM - DIVULGAÇÃO/QUEM
Imagem: DIVULGAÇÃO/QUEM

"Compartilhamos de muitas semelhanças e temos os mesmos valores de respeito, cuidado, caráter, amor ao próximo? Também tem algumas questões relacionadas ao signo. Somos indecisas e odiamos conflitos, por exemplo (risos). Mas nos entendemos! Além disso, a Vi compartilha de qualidades raríssimas de se encontrar em um ser humano e, que são muito apaixonantes. Entre elas, saber escutar o outro. Respeitamos muito isso de ouvir antes de julgar e de estar aberta a aprender ou até mesmo mudar de opinião sobre algo. É uma convivência muito saudável e boa", completa Marcella.

E por falar no relacionamento, Vitória compartilhou quem a atriz foi a primeira mulher que se apaixonou: "A Ma já tinha tido outras relações, mas ela foi a primeira mulher por quem eu me apaixonei. Quando entendi o que estava sentindo, respeitei e me permiti viver isso porque não estava fazendo nada de errado, pensei em como poderia falar sobre isso. A Ma é atriz desde nova e já sabia lidar com essa exposição. Para mim, era a primeira vez que estava falando de um relacionamento. Me preocupei em fazer isso da forma mais natural possível".

Marcella contou que elas tiveram que assumir o namoro porque saiu na mídia que elas estavam juntas: "Fomos provocadas a falar sobre isso porque soltaram uma matéria antes. Não tínhamos a necessidade de expor nada, mas também não queríamos viver uma mentira. Conversamos sobre a melhor forma de contar isso sem escancarar a nossa intimidade. E a Vi falou do nosso relacionamento com a maior naturalidade possível. Isso foi tão bonito".

Vitória também disse que a relação com os fãs não mudou depois de assumir namoro com uma mulher. "Nossos fãs viram que continuamos as mesmas pessoas independentemente de quem estivéssemos namorando. Algumas meninas vieram falar que os pais que gostavam do meu trabalho começaram a respeitar mais mulheres que se relacionam com outras mulheres e a pesquisar sobre a minha história", contou.

"Sou um ser humano muito mais completo e livre depois que a gente deu esse passo. É a primeira vez que me sinto exposta de um jeito bonito, inteiro, completo e que me faz plenamente feliz", conclui Marcella.

Até o momento, as duas atrizes não sabem quando vão voltar a rotina de trabalho. "Não tivemos nenhum posicionamento ou contato sobre quando voltamos a gravar. O corona veio quebrando todos os planejamentos sobre o futuro. O futuro é daqui dez minutos. É você decidir que vai ficar em casa e pensar em como ajudar o próximo. Estou com muita saudade de gravar, mas entendo que agora tenho que ficar em casa", contou Vitória.

"Como atriz, sigo aguardando o posicionamento para saber quando começamos a gravar a série. Acho que o coronavírus vai ter um impacto, sim, em todos os mercados. Os que trabalham com aglomeração e contato físico vão demorar ainda mais para voltar ao modo normal. Acho que os teatros e shows serão os últimos a voltarem, a não ser que o milagre aconteça. Mas sabemos que não é simples e que isso não vai acabar da noite para o dia. Nosso papel é seguir no isolamento e não sobrecarregar as unidades médicas. Temos que estar cientes e gratas do nosso privilégio de poder estar em casa com comida na geladeira", completou Marcella.

Diversidade