PUBLICIDADE

Topo

Escola é hostilizada após homenagem ao Mês da História LGBTQ+ na Inglaterra

Faixa de pedestres com as cores do arco-íris em frente a escola ao norte de Londres - Reprodução
Faixa de pedestres com as cores do arco-íris em frente a escola ao norte de Londres Imagem: Reprodução

De Universa

11/02/2020 15h20

Em comemoração ao Mês História LGBTQ+ no Reino Unido, uma escola Woodside High School, de Wood Green (a norte de Londres), pintou uma faixa de pedestres com as cores do arco-íris, elemento símbolo do movimento.

A homenagem foi feita na última quarta-feira (5) em frente aos portões do colégio, que tem sido alvo de mensagens hostis em suas redes sociais desde então.

O diretor da escola, Gerry Robinson, já anunciou que a faixa é permanente e os protestos não vão impedir a escola de continuar a incentivar a diversidade. "Nunca foi tão importante se levantar contra o ódio em todos as suas faces, e a educação é a chave para isso", declara.

"Essa faixa de pedestres em forma de arco-íris fortalece o nosso comprometimento com a defesa da igualdade, com o direito das nossas crianças serem respeitadas e capazes se serem quem são na escola e fora dela", afirma.

"Existem estudantes de Woodside que chegaram a tentar cometer suicídio porque tinham medo de contar às suas famílias quem eles realmente são", conta Robinson em artigo próprio no Huffington Post.

"Nós temos funcionários e alunos que escolheram vir para a nossa escola por conta dos nossos valores, e é disso que eu me orgulho".

Outros protestos

As mensagens hostis a Woodside ocorrem logo após uma série de protestos em frente a escolas na cidade de Birmingham. Segundo o site britânico Independent, os pais dos alunos argumentavam que seus filhos são muito novos para aprenderem que existem casais do mesmo sexo.

A partir desse ano letivo, o governo passou a introduzir nas escolas secundárias aulas obrigatórias sobre relacionamentos e educação sexual, que vão contar com assuntos de temática LGBTQ+.

Diversidade