PUBLICIDADE

Topo

Após pressão, rede de TV Hallmark tira do ar anúncio com casal de mulheres

Site de planejamento de casamentos Zola exibe comercial com casais do mesmo sexo - Reprodução/Youtube
Site de planejamento de casamentos Zola exibe comercial com casais do mesmo sexo Imagem: Reprodução/Youtube

De Universa

15/12/2019 17h05

Sob pressão de uma ala conservadora, a rede americana de televisão Hallmark retirou do ar comerciais do site de planejamento de casamentos Zola em que apareciam pessoas do mesmo sexo se beijando. Pelas redes, internautas chegaram a sugerir boicote ao canal caso continuassem exibindo a propaganda. Em resposta, um porta-voz da Zola disse ao "BuzzFeed News" que a empresa decidiu parar de anunciar na Hallmark.

Segundo o "BuzzFeed", o grupo conservador "Um Milhão de Mães" afirmou ter recebido reclamações de pessoas que estavam assistindo a Hallmark e viu o anúncio com duas mulheres se beijando:

"O Hallmark Channel sempre foi conhecido por seus filmes para toda a família", escreveu o grupo. "Até seus comerciais são geralmente seguros para a toda a família assistir. Mas, infelizmente, esse não é mais o caso".

O grupo lançou uma petição pedindo à Hallmark para despublicar o anúncio. Seus integrantes dizem ter conversado pessoalmente com o CEO da Crown Media Family Networks, Bill Abbott, que confirmou a remoção do comercial.

Um porta-voz da Hallmark teria dito à AP que o canal não tinha a intenção de gerar controvérsia.

"O debate em torno desses comerciais distraiu o objetivo de nossa rede, que é fornecer entretenimento de valor", disse Molly Biwer, vice-presidente sênior de assuntos públicos e comunicações da Hallmark.

Mas após essa decisão, de tirar os comerciais do ar, consumidores, incluindo famosos, como a comediante, apresentadora e atriz Ellen DeGeneres, se disseram horrorizados.

Sarah Kate Ellis, que é presidente da GLAAD, uma organização não-governamental que monitora a maneira como a mídia retrata as pessoas LGBTQ+, escreveu nas redes que "a decisão do Hallmark Channel de remover as famílias LGBTQ de maneira flagrante é discriminatória e especialmente hipócrita".

A campanha da Zola começou a ser veiculada em 2 de dezembro no Hallmark Channel. Cada comercial mostrava um casal no altar, questionando se os convidados chegariam a tempo ou comprariam presentes melhores de casamento se tivessem planejado o enlace com a Zola. A maioria dos seis anúncios mostrava casais heterossexuais. Mas um deles apresentou um casal de lésbicas se casando. As imagens ainda estão sendo exibidas em várias outras redes.

Diversidade