PUBLICIDADE

Topo

Chef italiano se desculpa por foto "imitando" chineses acusada de racismo

O chef Gianluca Gorini - Reprodução/Instagram
O chef Gianluca Gorini Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa

05/12/2019 13h29

O chef italiano Gianluca Gorini, premiado com uma estrela Michelin, teve que se desculpar nas redes sociais após publicar uma foto considerada racista, em que aparecia ao lado de outros profissionais brancos com chapéus típicos e puxando os olhos, imitando chineses.

A principal crítica veio do autor e dono de restaurante Jen Agg, que é descendente de chineses, e se manifestou dizendo que era "nojento" como a foto havia recebido muito mais likes do que comentários negativos.

Gorini escreveu uma carta aberta a Agg se desculpando: "Nunca pensei que uma foto pudesse gerar tudo isso. O clique nasceu da empolgação e do entusiasmo que o contato com uma nova cultura gerou em nosso trabalho".

A imagem que já foi apagada apareceu no Instagram de Gorini na última terça-feira (3), durante o Gelinaz Shuffle, em que donos de restaurante de todo o mundo trocam receitas típicas. Segundo o site do evento, o restaurante de Gorini deveria testar receitas do Lee Ho Fook, um restaurante chinês que fica na Austrália.

O chef italiano disse reconhecer o erro e principalmente reconhecer que não entende sobre a cultura chinesa o suficiente para se apropriar de seus símbolos — como o chapéu tradicional e os olhos puxados.

"Peço desculpas a todos aqueles que ofendi. Não era minha intenção ofender ninguém, muito menos discriminar outras culturas", continuou.

Gorini convidou o chef chinês para ir à Itália e conhecer seu restaurante "para celebrar o significado das relações entre diferentes culturas e fazer um jantar a quatro mãos".

Diversidade