Topo

RuPaul: "Éramos os meninos que ouviam da sociedade: Não há lugar para você"

A drag queen RuPaul - Divulgação
A drag queen RuPaul Imagem: Divulgação

De Universa, em São Paulo

15/10/2019 11h51

RuPaul, que apresenta e faz a produção executiva do reality show RuPaul's Drag Race, recebeu um prêmio da revista norte-americana "Variety" durante a Mipcom, maior feira do mercado audiovisual, realizada em Cannes, na França.

Em entrevista após a premiação, a drag queen fez um desabafo emocionante: "Todos nós éramos meninos para quem a sociedade disse: 'Não há lugar para você aqui'. Então começamos por aí. Começamos nessa comunidade da luta".

Embora tenha "passado por momentos difíceis", a drag queen disse que a "crença na magia" o fez continuar: "Eu sempre acreditei em magia e na capacidade de criar a vida que você deseja ter neste planeta".

Apesar do sucesso, RuPaul manteve a consciência e os pés no chão: "Eu sempre fui capaz de ver além do superficial, que é o ser drag. A drag lembra à nossa cultura que o verdadeiro você não é o que está na superfície. Olhe mais fundo. E isso foi muito bom para mim".

Diversidade