Topo

Alto Astral


Você sabe o que é cúspide? Entenda os termos do dicionário astrológico

Astrologia tem cada verbete... - iStock
Astrologia tem cada verbete... Imagem: iStock

Claudia Dias

Colaboração para Universa

19/07/2019 04h00

Mesmo quem se interessa bastante por astrologia, vez ou outra, se depara com alguma palavrinha diferente, cujo significado é entendido só por aqueles que se dedicam ao estudo da área.

Por isso, listamos alguns dos termos mais comuns (ou não tão comuns assim) e pedimos para a astróloga Yara Vieira, do Astrocentro, que explicasse o significado deles. Confira!

Arquétipo

Conceito criado pelo psicanalista Carl Jung, que enxergou os 12 signos do zodíaco como representações dos tipos de personalidades existentes na sociedade e estudadas na psicologia. Assim, cada signo é um arquétipo, classificados em: tipos de Ego (o Inocente é Leão; o Homem, Virgem; o Herói, Áries; o Cuidador, Libra), tipos de Alma (o Explorador é Aquário; o Rebelde, Capricórnio; o Amante, Escorpião; o Criador, Peixes) e, por fim, tipos de Eu (o Tolo é Sagitário; o Sábio, Gêmeos; o Mágico, Touro; o Governante, Câncer).

Ascendente

É o signo que surge no horizonte leste, no exato momento do nascimento de alguém, identificado a partir do mapa astral. Evidencia os dons naturais, a individualidade e, sobretudo, a maneira como cada um se expressa. Também define a parte externa da pessoa, como aparência e corpo físico. Pelo posicionamento do ascendente nos signos, é possível observar o jeito de ser de todo indivíduo.

Casa

Na astrologia, as casas representam as divisões do céu, que influenciam a nossa vida, já que ditam o posicionamento do mapa astral. Existem 12 casas, que nunca mudam de posição. O signo presente em cada uma delas no momento do nascimento é que define o seu significado e o modo como vai intervir na vida de alguém, bem como a maneira de a pessoa se expressar, adotar atitudes e lidar com as consequências. Cada casa equivale a uma área específica da vida, sendo:
? Casa 1: Autoimagem
? Casa 2: Riquezas e posses
? Casa 3: Comunicação e relacionamentos
? Casa 4: Família e o lar
? Casa 5: Criatividade, diversão e romances
? Casa 6: Aperfeiçoamento e superação
? Casa 7: Atração e relação amorosa
? Casa 8: Mudanças e transformações
? Casa 9: Leis, espiritualidades e liberdade
? Casa 10: Ascensão social e carreira
? Casa 11: Novas experiências e possibilidades
? Casa 12: Aprendizado do passado

Cúspide

É a divisão entre as casas astrológicas. Nascer na cúspide significa nascer no dia que há transição solar, ou seja, a mudança de um signo para o outro.

Decanato

É uma das formas de entender a influência dos astros, de acordo com o grau que o signo (solar, principalmente) se localiza em cada casa. São três decanatos -- primeiro, segundo e terceiro -- e cada um determina a energia dos astros sobre a pessoa.

Domicílio

É o planeta que apresenta maior afinidade, uma ligação natural com determinado signo. É considerado também o planeta regente de tal signo, gerando muito poder e influência entre os dois.

Elemento

Corresponde a quatro energias, com características particulares, associadas a signos de personalidades e temperamentos parecidos em sua essência. São eles: Fogo (Áries, Leão e Sagitário), Terra (Touro, Virgem e Capricórnio), Ar (Gêmeos, Libra e Aquário) e Água (Câncer, Escorpião e Peixes).

Exaltação

Diz-se exaltação quando um planeta se situa no signo em que exerce sua influência mais forte.

Horóscopo

Trata-se de uma ferramenta astrológica. O horóscopo é o mapa que reflete as posições exatas dos planetas em determinado tempo e, desta forma, permite que um astrólogo faça previsões sobre o que acontecerá com cada signo durante o período, de acordo com as energias passada pelos astros.

Modo

É a divisão dos 12 signos em três estágios e mostra que cada um deles possui determinada característica. O modo Cardinal (Áries, Câncer, Libra e Capricórnio) está associado à ação; o Fixo (Touro, Leão, Escorpião e Aquário), à constância; e o Mutável (Gêmeos, Virgem, Sagitário e Peixes) à disseminação.

Queda

Diz-se que um planeta está em queda quando se localiza no signo oposto àquele em que exerce a sua influência mais forte.

Retrógrado

A retrogradação é um movimento contrário ao deslocamento normal do planeta. Porém, trata-se de uma ilusão de ótica, pois ele não muda de direção e "vai para trás". É a forma que vemos o movimento, a partir da Terra, que gera tal impressão.

Revolução solar

Também chamada de retorno solar, é o tempo que a Terra demora para girar em torno do Sol. A revolução solar de uma pessoa é contada a partir do momento do nascimento, considerando o posicionamento do céu com o grau exato, até o ano seguinte, com tal cenário se repetindo. Como a Terra leva 365 dias e algumas horas para dar a volta no Sol, a revolução solar nem sempre ocorre no mesmo dia do aniversário.

Trânsito

É o movimento dos planetas em seu percurso zodiacal.

Zodíaco

É o nome dado ao espaço em qual o sol percorre o céu. É dividido em 12 e cada um desses espaços possui uma característica ligada ao posicionamento do sol - e, por isso, recebe um nome específico, originando os signos.