PUBLICIDADE

Topo

Universa

Graça Ottoni comemora 25 anos com brancos e "vestidos-bombom" coloridos

Graça Ottoni optou por coleção com vestidos curtos, cheios de camadas de organza e laçarotes - Alexandre Schneider/UOL
Graça Ottoni optou por coleção com vestidos curtos, cheios de camadas de organza e laçarotes
Imagem: Alexandre Schneider/UOL

CAROLINA VASONE<br>Enviada especial ao Rio

05/06/2007 19h40

Para comemorar os 25 anos da marca que leva seu nome, a estilista mineira Graça Ottoni quis fazer uma coleção alegre e leve, afirmou, no texto do release para a imprensa e no depoimento em vídeo sobre a coleção, que antecede cada desfile (com falas sobre a respectiva marca). O resultado é, de fato, leve, um pouco alegre e romântico, com transparência em tules com bordados florais, looks inteiros claros em combinações de branco, gelo e off-white (o branco sujo) e vestidos curtos, cheios de camadas de organza e laçarotes enormes, num final em tons vibrantes de pink, verde, abóbora, em modelos que lembravam a idéia dos "vestidos-bombom" que Reinaldo Lourenço criou há algumas coleções.



A leveza almejada pela estilista, no entanto, é às vezes quebrada pela mistura de peças como corseletes, boás (espécies de estolas) formado por flores - que lembravam não Reinaldo, mas o trabalho da mulher dele, Gloria Coelho - calcinhas de cetim, com leggings e casacos com perfume esportivo.



No final do desfile, as modelos que vestiam os vestidos coloridos e curtos ficaram em frente aos painéis brancos, com recortes vazados de pássaros e flores, para os looks claros entrarem na passarela, para os agradecimentos.

Universa