PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

ONG denuncia atrocidades contra gays chechenos antes da cúpula Trump-Putin

Getty Images
Imagem: Getty Images

da AFP, em Helsinque

16/07/2018 08h57

Horas antes da cúpula entre os presidentes Donald Trump e Vladimir Putin, uma ONg iluminou o palácio presidencial de Helsinque com a frase "o mundo inteiro está vendo" para denunciar as atrocidades contra os homossexuais na Chechênia.

No domingo à noite, militantes americanos da ONG Human Rights Campaign (HRC) instalaram um potente projetor diante do palácio, no momento em que o avião do presidente dos Estados Unidos chegava ao aeroporto internacional da capital finlandesa.

Veja também

O palácio foi iluminado com mensagens como "O mundo inteiro está vendo", "O silêncio mata" "#OsOlhosnaChechênia", ou "Trump e Putin, ponham um ponto final aos crimes contra humanidade na Chechênia".

"Denunciamos a recusa do governo [americano] de tratar com Vladimir Putin das atrocidades cometidas contra os chechenos homossexuais", explicou à AFP o porta-voz da HRC, Chris Sogro.

Diversidade