Topo

Pré-vendas de novo iPhone começam bem, dizem analistas

Vibhuti Sharma

Em Bangalore (Índia)

16/09/2019 14h59

As pré-vendas dos novos iPhones tiveram um início melhor do que o ciclo do ano passado, disseram vários analistas de Wall Street nesta segunda-feira, citando seus próprios dados de pesquisa sobre o desempenho da Apple.

A empresa apresentou na semana passada três novos iPhones com processadores atualizados e novas funcionalidades de câmera, incluindo iPhone 11, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max, com preços entre 699 e 1.099 dólares.

A CNBC citou o analista da TF International Securities, Ming-Chi Kuo, conhecido como seguidor próximo das cadeias de fornecimento da Apple, que disse que a demanda por novos iPhones está superando suas expectativas - e que grande parte disso foi devido aos consumidores chineses.

A China foi a terceira maior região em termos de vendas para a Apple em 2018 e, depois ligar os alarmes após o fraco crescimento das vendas no início deste ano, a companhia norte-americana viu aumentos na demanda impulsionados por descontos de preço.

O site de comércio eletrônico chinês JD.com no sábado, disse em sua conta oficial no Weibo que as vendas do primeiro dia do iPhone 11 aumentaram 480% em relação ao ano anterior, com os três principais produtos mais populares sendo três diferentes modelos do dispositivo.

A CNBC disse que Kuo aumentou sua previsão de vendas do iPhone 11 de 65 milhões a 70 milhões de unidades em 2019 para entre 70 milhões e 75 milhões de aparelhos.

Tilt