PUBLICIDADE
Topo

Criminosos usam tomada USB de lugares públicos para atacar seu celular

Freepik
Imagem: Freepik

Nicole D'Almeida

Colaboração para Tilt

08/11/2020 04h00

Você está em um local público e a bateria de seu celular está acabando, mas eis que o lugar oferece entradas USB para carregar o seu aparelho. Ufa, que alívio! Bom, é melhor não comemorar ainda. Nem sempre essas tomadas públicas são seguras. Nesse ataque cibernético, chamado em inglês de "juice jacking", os criminosos usam portas ou cabos de carregamento USB para instalar software malicioso no seu dispositivo, além de roubar seus dados pessoais.

Como funciona?

Os criminosos instalam softwares maliciosos nas portas ou cabos USB de áreas públicas. Ao conectar seu aparelho a essas entradas, o software automaticamente o infecta.

Com isso, é possível invadir, danificar e até desativar seu smartphone. Além disso, o roubo e exclusão de dados também acontecem. Dessa forma, o criminoso tem acesso a suas contas, senhas, fotos, emails e nome de usuários.

Como saber se fui pego pelo juice jacking?

Existem alguns sinais que podem ajudar a identificar se seu aparelho está infectado. São eles:

  • aumento repentino no consumo de bateria ou perda rápida de carga, o que pode indicar que algum aplicativo está sendo executado em segundo plano.
  • lentidão, aplicativos travando e reinicio sem aviso prévio.
  • aquecimento excessivo.
  • alterações nas configurações do dispositivo que você não fez.
  • aumento ou uso anormal de dados.

Fui pego. E agora?

Se você perceber alguns ou todos esses sinais, é possível que tenha sido infectado. Para proteger a integridade de seu aparelho, você pode:

  • excluir aplicativos suspeitos que você não se lembra de instalar.
  • restaurar o aparelho para as configurações de fábrica.
  • instalar software antivírus, como Avast Antivirus ou AVG AntiVirus.
  • manter o software do sistema do seu dispositivo atualizado.

Como se proteger?

Você pode se proteger de ataques como esses:

  • evitando estações de carregamento USB.
  • usando tomadas de energia CA ao invés de portas USB.
  • usando power banks/carregadores portáteis (nunca emprestado).
  • levando seu próprio carregador.

Se for usar as estações públicas de carregamento, sempre com o dispositivo desligado ou bloqueado. Isso porque portas USB normalmente não sincronizam dados com aparelhos bloqueados.

Além disso, a maioria dos aparelhos emitem uma solicitação para a transferência de dados quando conectados a USBs. Portanto, certifique-se de sempre recusar nesses casos.