PUBLICIDADE
Topo

Spotify é acusado de roubar dados comerciais para plataforma de anúncios

A plataforma para criar anúncios em áudio no Spotify é uma cópia, acusa empresa canadense - Reprodução
A plataforma para criar anúncios em áudio no Spotify é uma cópia, acusa empresa canadense Imagem: Reprodução

De Tilt, em São Paulo

30/04/2020 16h39

A empresa canadense VoxTonePRO entrou com um processo acusando o Spotify de roubar seus segredos comerciais para construir uma plataforma de anúncios.

"Este caso é sobre uma empresa grande roubando de uma empresa pequena", diz o processo protocolado hoje.

De acordo com a VoxTonePRO, as duas empresas fizeram diversas reuniões entre 2016 e 2017 sobre uma parceria envolvendo uma plataforma desenvolvida pela canadense que automatizava a criação de anúncios.

O produto permitia que anunciantes criassem os áudios de suas propagandas a custos muito mais baixos. Em maio de 2017, após uma série de reuniões para descobrir detalhes sobre a plataforma, o Spotify teria negado a proposta.

A justificativa foi que a empresa estava "muito focada em construir outros aspectos da plataforma, e não tinha estruturas para abarcar novas parcerias."

Quatro meses depois, em setembro de 2017, a gigante do streaming de músicas apresentou o Spotify Ad Studio, que permite que usuários criem suas próprias propagandas. A VoxTonePRO alega que isso é uma cópia de seu produto.

"Por precisar de uma solução para um serviço de criação de anúncios em áudio, o Spotify pegou as informações comerciais secretas da VoxTonePRO para construir o Ad Studio", diz o processo.

O Spotify ainda não se pronunciou sobre o caso.