PUBLICIDADE
Topo

App


App que faz videoconferências bomba com coronavírus e já vale US$ 38 bi

De Tilt, em São Paulo

25/03/2020 12h22

Em tempos de epidemia e quarentena, toda a tecnologia é útil para diminuir as distâncias das pessoas queridas. Uma das opções vem sendo realizar videoconferências, o que vem sendo usado por amigos, familiares e também para reuniões profissionais. O aplicativo Zoom tem sido um dos mais usados e, de acordo com o site Business Insider, seu valor subiu 22% nos últimos dias.

Com a valorização da companhia, ela já é avaliada em US$ 38 bilhões. Desde 31 de janeiro, a valorização é de mais de 100%, afirma o site.

A Zoom tem deixado de lado o limite de 40 minutos imposto anteriormente para as reuniões, devido ao isolamento implementado em partes da Europa, Estados Unidos e Oriente Médio e a ter se expandido para o uso mais pessoal, entre amigos e familiares.

O crescimento do app não vem sem pontos de preocupação. A maior questão envolve proteção de dados e segurança.

Segundo fontes da Business Insider as preocupações são com a falta de clareza na política de privacidade, no compartilhamento de arquivos e no fato de os "hosts" da reunião poderem registrar o engajamento dos outros participantes.

O app já foi alvo de hackers que entraram em videoconferências sem convite e também foi acusado de vender dados. A empresa se defendeu e afirmou que não coleta dados para vender a outras empresas.

"A Zoom só coleta os dados absolutamente necessários para prover suporte técnico e operacional e melhorar nossos serviços", disse a companhia, em comunicado.

Como funciona

O Zoom funciona em navegadores e aplicativos para macOS, Linux, iPhone (iOS) e Android. Apesar de ter uma versão que necessita de assinatura, há possibilidade de usuários utilizarem gratuitamente e com livre acesso, com menos recursos.

Uma pessoa cria a sala e manda convites por email ou por link para seus convidados, que podem se falar em vídeo ou apenas em áudio. Há configurações que vão de reuniões com poucas pessoas a seminários que podem ser feitos para até 10 mil participantes.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

App