PUBLICIDADE
Topo

Facebook leva processo de US$ 9 bilhões por sonegar impostos na Irlanda

Caso tem como protagonista um acordo feito entre o Facebook e uma subsidiária irlandesa usada para transferências de dinheiro - Johanna Geron/Reuters
Caso tem como protagonista um acordo feito entre o Facebook e uma subsidiária irlandesa usada para transferências de dinheiro Imagem: Johanna Geron/Reuters

De Tilt, em São Paulo

19/02/2020 22h38

A Receita Federal dos Estados Unidos está processando o Facebook por dever US$ 9 bilhões (cerca de R$ 39 bilhões) em impostos, segundo informações divulgadas pela agência de notícias Reuters. Um tribunal em São Francisco, na Califórnia, será o responsável pelo julgamento.

O caso tem como protagonista um acordo de 2010 feito entre a empresa e uma subsidiária irlandesa usada para transferências internacionais de dinheiro. A Receita norte-americana alega que o Facebook subvalorizou a propriedade intelectual dessa subsidiária para sonegar impostos entre 2010 e 2016.

O diretor de tecnologia do Facebook, Mike Schroepfer, e outros quatro executivos foram chamados para prestar depoimento. A expectativa é de que o julgamento dure de três a quatro semanas.

Assim como o Facebook, muitas gigantes de tecnologia mantêm seu dinheiro na Irlanda por conta de sua política tributária mais "amigável" ao bolso dos empresários.

Em 2016, a União Europeia ordenou que a Apple pagasse à Irlanda US$ 15,4 bilhões (aproximadamente R$ 67 bilhões) em impostos sonegados. A quantia foi quitada somente dois anos depois, em 2018, após esgotarem-se todos os recursos possíveis.

Facebook