PUBLICIDADE
Topo

Uber se compromete a não cobrar taxa de limpeza de passageiros com cão-guia

Reprodução/Dog Vacay
Imagem: Reprodução/Dog Vacay

De Tilt

13/02/2020 20h05

Representantes da Uber se comprometeram, após evento na sede da Promotoria de Justiça de Direitos Humanos de São Paulo, a cumprir as normas de acessibilidade para pessoas com deficiência visual que são auxiliadas por cães-guias.

Com isso, o aplicativo irá impedirá a cobrança de taxas de limpeza e de cancelamento de corridas por parte dos motoristas aos clientes que utilizam os cães-guia.

O encontro foi promovido por conta de um inquérito instaurado para apurar eventuais recusas de motoristas do aplicativo em transportar passageiros acompanhados de seus cães-guias, assim como a cobrança de taxas de limpeza quando o transporte é realizado.

A Uber informou a criação de dois canais de reclamação que podem ser usados por quem se sentir discriminado por estar na companhia do animal. A manifestação pode ser enviada pelo site da Uber ou pelo próprio aplicativo, seguindo o caminho: Menu - Ajuda - Acessibilidade.

Uber