Topo

Demora para dormir? Mesmo desligados, eletrônicos no quarto atrapalham sono

iStock
Imagem: iStock

Rodrigo Lara

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/04/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Luzes de espera ou de funcionamento de eletrônicos podem atrasar o sono
  • Claridade do quarto influi na produção de melatonina, hormônio que induz o sono
  • Pessoas mais sensíveis e com dificuldade para dormir deve retirar aparelhos do quarto
  • Outra solução é cobrir os pontos de luz com adesivos

Não é nenhuma novidade que usar celulares, tablets ou até assistir TV antes de dormir pode trazer problemas para o sono. O hábito entre crianças e adolescentes pode ter efeitos ainda mais negativos, como quadros de obesidade e até mesmo depressão.

O que pouca gente leva em conta, no entanto, é que a presença de eletrônicos desligados no quarto também pode arruinar a sua noite de sono. A razão para isso são aquelas pequenas luzes que indicam tanto o funcionamento do aparelho --no caso de roteadores e modens, por exemplo-- quanto o fato estarem em estado de espera, o famoso stand by.

"Essas luzes me atrapalham bastante. Elas chamam a atenção e não me deixam relaxar. Aí fico lutando para pegar no sono", conta a assistente comercial Denise Andrade.

Como forma de contornar o problema, ela conta que tirou todos os eletrônicos que ficam com luzes acesas do seu quarto. "O maior problema, porém, ocorre em viagens ou quando durmo na casa de familiares ou amigos. Já aconteceu de uma amiga me dar uma daquelas máscaras usadas em aviões para que eu conseguisse dormir", conta.

Problema real

Parece extremo? Faça o seguinte teste: desligue completamente todos os aparelhos que emitem algum tipo de luz no seu quarto. É bem provável que você se surpreenda com o quanto o cômodo ficou mais escuro.

Dormir em um ambiente mais claro pode fazer com que seu corpo produza menos melatonina [o hormônio que ajuda na indução do sono]. O resultado disso é a demora para adormecer e um consequente atraso no sono
Rosa Hasan, neurologista e coordenadora do Laboratório do Sono do Instituto de Psiquiatria, do Hospital das Clínicas

Hasan salienta que esse tipo de luz não é tão nociva ao sono quanto a emitida pela tela de um celular ou tablet e que nem todas as pessoas se incomodam em dormir em um ambiente mais claro. "Essa é uma questão que depende da pessoa. Mesmo assim, o ideal é dormir em um ambiente escuro, arejado e confortável. Isso favorece que a pessoa associe o ambiente a um local de descanso."

Como resolver?

Se você tem aparelhos eletrônicos com luzes acesas permanentemente ou que ficam piscando em seu quarto, o primeiro ponto a ser definido é: a claridade que elas emitem te incomoda?

Luzes fortes ou piscantes podem atrasar o sono e reduzir seu tempo de descanso - Getty Images
Luzes fortes ou piscantes podem atrasar o sono e reduzir seu tempo de descanso
Imagem: Getty Images

Caso a resposta seja "sim", tente desligar completamente os aparelhos à noite. No caso de TVs, por exemplo, considere tirar o cabo de força da tomada.

Já receptores de TV a cabo ou roteadores --que, normalmente, não são desligados-- podem ser realocados de maneira que as luzes fiquem voltadas para a parede.

Se, ainda assim, houver incômodo, é possível ver se nas interfaces de configuração desses aparelhos se existe alguma opção para diminuir a intensidade ou até mesmo desligar suas luzes.

Por fim, é possível recorrer a soluções mais "extremas". Um exemplo é uma empresa norte-americana chamada Light Dims, que produz cartelas de adesivos fumê com diversos graus de opacidade, criados especificamente para diminuir a intensidade ou tapar por completo a luz de aparelhos eletrônicos.

Ou utilizar opções mais caseiras: adesivos como fita crepe limitam bastante a emissão desse tipo de luz - apesar de não serem, exatamente, soluções das mais elegantes.

Outro ponto importante a ser considerado é se a luz indica o funcionamento correto do aparelho, como ocorre com os roteadores fornecidos pelas operadoras de internet. Nesse caso, ocultar totalmente a luz pode fazer com que você não consiga ver quando há algum problema. A melhor solução pode ser apenas mudar a peça de posição ou de cômodo.

Dicas de tecnologia