PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Pergunta pro Jokura


Provocação a Bolsonaro ou risco real: é possível contrair vírus mental?

Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Imagem: Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Tiago Jokura

Tiago Jokura é jornalista e, portanto, curioso profissional. Passou os últimos 15 anos respondendo as dúvidas mais complexas e inusitadas dos leitores na mídia impressa ? na tentativa infinita de explicar como o mundo funciona com clareza e bom humor. Agora, continua essa saga aqui no UOL. Mande sua pergunta cabeluda que ele faz questão de pentear.

20/03/2020 04h00

Pergunta de Eduardo Zerotre, de Fronteira (MG) - quer enviar uma pergunta também? Clique aqui

Caro fronteirense, você deve estar se referindo aos "comentários afrontosos" do seu xará Bolsonaro, que contagiaram muita gente e que despertaram a fúria da embaixada chinesa na noite de quarta-feira (18), não é? Veja abaixo o tuíte nada manso dos chineses:

Pois, acredite, é possível sim para você, para mim ou para qualquer aspirante a diplomata "contrair vírus mental". E nem precisa ir para Miami para isso. Basta um beijinho. Pelo menos desde os anos 1970, cientistas investigam a correlação entre alguns tipos de vírus da herpes, influenza e mononucleose com doenças mentais.

Em 2018, enquanto elegíamos o pai do deputado Eduardo Bolsonaro como "grande timoneiro", a Universidade de Würzburg, na Alemanha, publicava um estudo relacionando um tipo específico de vírus da herpes, o HHV-6, com transtorno bipolar e depressão severa. Capitaneados pelo virologista Bhupesh Prusty, pesquisadores observaram que portadores dessas condições mentais apresentaram alta concentração de HHV-6 nas células de Purkinje, localizadas no cerebelo.

Há também a suspeita, ainda em estudo, de que o bornavírus, causador da Doença de Borna (que acomete mais equinos do que humanos), esteja relacionado com o desenvolvimento de esquizofrenia.

Enfim, parece que os chineses estão certos sobre a possibilidade de alguém contrair "vírus mental" - ou doenças mentais causadas por vírus. Isso para não falar das insanidades provocadas e viralizadas pelo coronavírus em pronunciamentos oficiais, entrevistas coletivas e redes sociais - e na vida real também.

Por hoje, é isso. Fiquem bem em casa, tomem muita água e que o confinamento não prejudique a saúde mental de ninguém.

Tem alguma pergunta? Deixe nos comentários ou mande para nós pelo WhatsApp.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Pergunta pro Jokura