PUBLICIDADE

Topo

Microsoft fecha acordo para comprar Activision Blizzard por US$ 68,7 bi

Activision Blizzard vai ser comprada pela Microsoft em negociação recorde - Picture Alliance/Epa/M. Nelson
Activision Blizzard vai ser comprada pela Microsoft em negociação recorde Imagem: Picture Alliance/Epa/M. Nelson

De START, em São Paulo

18/01/2022 10h50Atualizada em 19/01/2022 11h23

A Microsoft irá comprar a Activision Blizzard, proprietária de franquias icônicas como Call of Duty, Warcraft, Diablo, Candy Crush e Overwatch.

A negociação, estimada no valor de US$ 68,7 bilhões, foi revelada nesta terça (18) no blog Xbox Wire. É o maior negócio da história da indústria de games, passando o recorde de US$ 12,7 bilhões pagos pela Take-Two para adquirir a Zynga.

O CEO da área de games da Microsoft, Phil Spencer, confirmou que, assim que o acordo for concluído, todas as companhias pertencentes à Activision Blizzard reportarão a ele.

A Activision Blizzard estava em um momento caótico, após sucessivas denúncias de assédio, racismo e cultura tóxica feitas por funcionários em 2021. Inciativas do CEO Bobby Kotick para resolver o problema (ou atenuar o escândalo) foram igualmente problemáticas.

ATUALIZAÇÃO: a equipe de relações públicas da Microsoft confimou que Kotick continuará como CEO após a aquisição. "Bobby seguirá como CEO da Activision Blizzard, como tem sido nos últimos 30 anos", informou um porta-voz da Microsoft ao site IGN.

Apesar da crise na empresa, Kotick terminou 2021 como o segundo CEO com o maior salário entre as empresas de games com capital aberto.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: https://www.tiktok.com/@start_uol?
Twitch: https://www.twitch.tv/startuol