PUBLICIDADE

Topo

Free Fire: conheça seis dos principais times profissionais femininos

Jogadoras da SS E-Sports Free Fire, que formou uma equipe mista e subiu para a Série A na Liga Brasileira - Reprodução/Instagram
Jogadoras da SS E-Sports Free Fire, que formou uma equipe mista e subiu para a Série A na Liga Brasileira Imagem: Reprodução/Instagram

Thaime Lopes

Colaboração para o START

12/04/2020 04h00

Que Free Fire é um jogo bem democrático todo mundo já sabe. É fácil de baixar, aprender a jogar e participar da comunidade. E o melhor de tudo: tem muitos jogadores e jogadoras profissionais ganhando a vida com o Battle Royale e conquistando uma legião de fãs por onde passam.

Fizemos uma lista com alguns times profissionais femininos que mandam muito bem no Frifas, seja para você acompanhar e torcer, ou até mesmo tentar uma vaga através de peneiras das guildas.

GOD Esports Girls

Pelo nome já dá para sacar: essa é a line-up feminina da GOD, equipe criada pelo streamer Edson God. As meninas da Girls participaram das duas edições femininas da Liga NFA, que aconteceram ano passado, ficando em terceiro durante a primeira edição. Hoje são 46 participantes da guilda, lideradas pela jogadora Marta Sofia. Segundo informações das redes sociais, a GOD Girls é dividida em diversas line-ups. Agora em março, foi divulgado que elas estavam em busca de novas integrantes.

PMBR Girls

As representantes do time de mesmo nome, já conhecido na comunidade de Free Fire, foram as vencedoras da primeira edição da Liga NFA feminina, em julho do ano passado. Atualmente elas possuem 11 integrantes, entre jogadoras profissionais e influenciadoras. Apesar de o time masculino PMBR ter sido fundado por Ray "Coronel" Silva, coach e influencer da paiN, a ideia de criar a versão feminina da guilda veio das players Klicia, Ovelha e Chandon. Essa última, inclusive, foi uma das MVPs da NFA na época que representava a paiN, com 123 kills.

Las Grandes

Apesar de não possuírem redes sociais próprias, as meninas participantes da line-up feminina da equipe Los Grandes, fundada por El Gato, já fizeram seu nome no cenário competitivo de Frifas. Na segunda edição da Liga NFA do ano passado, ficaram em segundo lugar. A jogadora Amanda, que representava a paiN no período, foi a MVP principal, com 150 eliminações ao longo do torneio.

4K Easy

Mais uma equipe tradicionalmente masculina, mas que apostou nas jogadoras profissionais. A 4K também participou da Liga NFA, sendo que uma de suas integrantes, Lily, ficou em segundo lugar em número de kills com 127 eliminações durante a segunda edição do campeonato. Hoje a line da 4K é composta por Lily, Duda, Tielle e Lux. Apesar de ter sido anunciada pela organização em janeiro, Letícia hoje representa a Las Grandes.

STARS E-sports Girls

A line feminina da guilda profissional STARS foi anunciada oficialmente em abril do ano passado. Apesar de o nome indicar a participação de mulheres, que estão de fato presentes no time, a STARS Girls também é aberta para pessoas LGBTQ+ que desejam participar do cenário competitivo de Free Fire, independente da identidade de gênero. Mesmo com só um ano de existência, as STARS já participaram de diversos campeonatos, inclusive da Liga NFA.

SS E-SPORTS

2020 tem sido um bom ano para a galera da SS: depois de participarem da Série C da Liga Brasileira de Free Fire, conseguiram subir para a Série A para a segunda fase da competição. O time é misto, com jogadores homens e mulheres representando a equipe durante as partidas. As players Tami e Laura fizeram história ao se tornarem as duas primeiras jogadoras a participarem da elite da LBFF. Tami, porém, não é nova no cenário competitivo: durante a edição feminina da Liga NFA, representou a Las Grandes, quando ficou em terceiro lugar em número de eliminações, com 125 kills.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol