PUBLICIDADE

Topo

eSport


League of Legends: Com patrocínios de peso, paiN monta superequipe em 2020

brtTT foi bicampeão brasileiro pela paiN, e retorna ao time após ser campeão brasileiro pelo Flamengo - Divulgação
brtTT foi bicampeão brasileiro pela paiN, e retorna ao time após ser campeão brasileiro pelo Flamengo Imagem: Divulgação

Gabriel Oliveira

Colaboração para o START

12/12/2019 04h00Atualizada em 18/02/2020 13h58

Com patrocinadores de peso, a paiN Gaming montou uma superequipe de "League of Legends" para a temporada 2020 e atualizou as definições de hype para o Campeonato Brasileiro (CBLoL). O elenco da organização, bicampeã brasileira de "LoL", conta com treinador e pro-players sul-coreanos, nomes importantes do cenário nacional e o maior astro do país, o atirador Felipe "brTT" Gonçalves.

A superequipe da paiN Gaming, que animou torcedores, especialistas e outros jogadores profissionais, é montada no ano em que o clube retornou à 1ª divisão após rebaixamento para o Circuito Desafiante e que teve sucesso na captação de patrocínios.

Primeiro veio a Coca-Cola, multinacional de bebidas patrocinadora de eventos como Copa do Mundo e Jogos Olímpicos. O acordo é exclusivo para o time de "LoL" e, na época do anúncio, em maio, empolgou o mercado por se tratar de uma empresa não endêmica, ou seja, cujo negócio não está diretamente relacionado com eSports ou tecnologia. A Razer, outra patrocinadora da paiN, é uma marca endêmica, pois produz equipamentos periféricos que auxiliam na performance em jogos eletrônicos.

Em outubro, a paiN trouxe outra potência para o cenário brasileiro: a fabricante de automóveis de luxo BMW. Foi mais um patrocínio aclamado pela comunidade e que demonstrou a força do clube, depois de tempos ruins na 2ª divisão.

Rebaixamento e retorno com superequipe

A paiN caiu para o Circuito Desafiante ao terminar na lanterna da primeira etapa do CBLoL 2018. O time não conseguiu retornar à elite na segunda etapa e só voltou à 1ª divisão neste ano. No último CBLoL, porém, a equipe amargou o 5º lugar.

De olho na temporada 2020, a paiN investiu pesado para montar uma superequipe no "League of Legends". Foram inicialmente contratados os sul-coreanos Sin "Xero" Hyeok (treinador), Yoon "SeongHwan" Seong-hwan (caçador) e Kim "key" Han-gi (suporte). A Coreia do Sul é considerada a meca dos eSports, com a liga de "LoL" de maior nível e mais disputada do planeta, além de 5 títulos mundiais (de um total de 9 edições).

Maior astro do Brasil de volta

A paiN também trouxe brTT de volta. O atirador, que tem cinco conquistas de CBLoL e é o mais importante cyber-atleta de "LoL" do Brasil, passou pela organização outras duas vezes, em 2012-2014 e 2015-2016. Nessas passagens, conquistou títulos nacionais, assim como nas demais equipes que defendeu na carreira, a Vivo Keyd, a RED Canids Kalunga e o Flamengo.

Vitorioso, brTT esteve em duas edições do Campeonato Mundial, em 2015 pela paiN e em 2019 pelo Flamengo.

brTT e Kami recebem o troféu na conquista do Campeonato Brasileiro pela paiN em 2013 - Divulgação/Riot Games
brTT e Kami recebem o troféu na conquista do Campeonato Brasileiro pela paiN em 2013
Imagem: Divulgação/Riot Games

Ele deixou o clube rubro-negro insatisfeito com os novos rumos da administração da equipe e considerou até mesmo pendurar o mouse, aos 28 anos. Tanto é que, no vídeo de anúncio na paiN, a noiva de brTT, Giuliana "Caju" Capitani, aparece representando a possibilidade de aposentadoria. Ela é quem dá o aval para brTT atender ao chamado de retorno do meio Gabriel "Kami" Bohm, outro astro da paiN, que voltou ao competitivo em setembro, depois de dois anos de afastamento.

Um terceiro caminho possível seria a equipe norte-americana Team Liquid Academy, que sondou brTT, conforme noticiou a ESPN Brasil. No vídeo de anúncio, o passaporte representa a oportunidade de ir para o exterior. As negociações não avançaram.

Superação de rusgas do passado

Fato é que o atirador decidiu retornar à organização de onde havia saído com as relações estremecidas após ter sido colocado na reserva. Em 2016, o jogador não disputou uma partida sequer da segunda etapa. Na época, o treinador Gabriel "MiT" Souza disse ao site MyCNB que "atitudes e ações" de brTT não estavam sendo "correspondentes" ao desejo do time de treinar e se dedicar mais.

Mesmo na reserva, brTT chegou a acompanhar os companheiros no estúdio do CBLoL, sem esconder a insatisfação com a posição, mas, na reta final do campeonato, não apareceu mais. No fim da temporada, optou por não renovar o contrato e justificou, na ocasião, que havia perdido a confiança no time.

No anúncio da contratação de brTT, a paiN fez referência às rusgas do passado. "Olhando pra trás, tem muita coisa que faríamos diferente. Mas nós não somos de olhar para trás. E você também não. A gente olha pra frente", declarou a organização em comunicado.

A paiN Gaming em alta: em 2015, o time foi campeão brasileiro e venceu o Desafio Internacional, garantindo vaga no Mundial - Divulgação/Riot Games
A paiN Gaming em alta: em 2015, o time foi campeão brasileiro e venceu o Desafio Internacional, garantindo vaga no Mundial
Imagem: Divulgação/Riot Games

Quem é brTT?

brTT: um "risco" no rosto para cada título de CBLoL conquistado - Divulgação/Riot Games
brTT: um "risco" no rosto para cada título de CBLoL conquistado
Imagem: Divulgação/Riot Games

Nome: Felipe Gonçalves
Idade: 28 anos
Posição: atirador
Equipes: Noob da Net (2012), paiN Gaming (2012-2014), Vivo Keyd (2014), paiN Gaming (2015-2016), RED Canids Kalunga (2016-2017), Flamengo (2017-2019) e paiN Gaming (2019-)
Títulos nacionais: CBLoL 2013 (paiN Gaming), Liga Brasileira - Série dos Campeões 2014 (Vivo Keyd), CBLoL 2015 2ª Etapa (paiN Gaming), CBLoL 2017 1ª Etapa (RED Canids Kalunga) e CBLoL 2019 2ª Etapa (Flamengo)

Definições de hype atualizadas

Em 2020, brTT estará em uma superequipe de "League of Legends". Além dos sul-coreanos contratados e de Kami, estão no elenco: o topo Felipe "Yang" Zhao, o meio Thiago "TinOwns" Sartori e o técnico João Pedro "Dionrray" Barbosa, remanescentes da equipe que participou do último CBLoL.

Essa lista de estrelas deixou torcedores, especialistas e outros jogadores profissionais do cenário brasileiro na expectativa para 2020. No papel, é uma equipe que tem tudo para brigar por títulos.

Além de Coca-Cola, Razer e BMW, a paiN conta com os patrocínios de SanDisk, WD Black, Samsung Notebook Odyssey e TIM Live.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol

eSport