Topo

Geek


Volta de "Ataque dos Titãs" mostra que a vida dos humanos não está fácil

A humanidade tá com problemas... - Divulgação/WIT Studio
A humanidade tá com problemas... Imagem: Divulgação/WIT Studio

Pedro Henrique Lutti Lippe

Do UOL, em São Paulo

03/04/2017 14h32

O primeiro episódio da segunda temporada de "Ataque dos Titãs", que foi ao ar no último sábado (1º), serviu como um lembrete de como a humanidade está na pior.

Por mais que Eren, Mikasa, Armin e companhia tenham conseguido uma pequena vitória ao aprisionar a Titã Fêmea, Annie Leonhart, no final da primeira temporada, o saldo da guerra entre humanos e titãs ainda é muito negativo.

Pela primeira vez, "Ataque dos Titãs" está sendo lançado de maneira simultânea no Japão e no Brasil. O Crunchyroll transmitirá novos episódios da série com legendas em português todos os sábados.

Batizado de "Titã Bestial", o novo episódio apresentou aos fãs um novo e aterrorizante antagonista, que subverte algumas das convenções estipuladas por encontros anteriores com titãs. Em primeiro lugar, ele é capaz de falar, demonstrando um nível de inteligência sem precedentes para a espécie. E pior ainda: ele parece ser capaz de exercer certo nível de controle sobre os titãs menores, que antes agiam apenas seguindo os próprios instintos assassinos.

Seguindo a tradição de "Ataque dos Titãs", este começo de temporada tem um clima opressor e misterioso. Ele ergue novos questionamentos sem responder os antigos, e assegura o espectador de que as esperanças para a vitória da humanidade são quase nulas.

Leitores do mangá atentos já devem imaginar o ponto da história em que esta segunda temporada, que terá 12 episódios, deve acabar.

Já fãs que só acompanham a trama pelo anime, saibam: o desespero das cenas finais deste mais recente episódio é um bom exemplo do que podemos esperar do restante da temporada.

Assista ao trailer da nova temporada do anime

Start

Geek