PUBLICIDADE

Topo

No Japão, café só permite entrada de mulheres geeks

Do UOL, em São Paulo

13/01/2016 15h03

Criado recentemente em Osaka, Japão, o Ataraxia Cafe é um bar voltado ao público geek. Até aí, nenhuma novidade, uma vez que estabelecimentos do tipo são cada vez mais comuns. O que torna o local único - ao menos no Japão - é a proibição da entrada de homens, de menores de 18 anos e de "pessoas comuns".

Outra restrição para se frequentar o local diz respeito à filiação ao estabelecimento. Ou seja, apenas mulheres geeks e sócias têm direito de usufruir do Ataraxia.

Uma vez que atinja todos os pré-requisitos, as visitantes do local podem realizar diversas atividades. Além das mais básicas - comer, beber, ler mangás e jogar videogames -, o espaço oferece wi-fi grátis, o que é raro no Japão, e um espaço para trabalho.

Nesse último ambiente, é possível desenvolver desde atividades artísticas e literárias, como desenhar mangás e escrever, até costurar fantasias para cosplay. O Ataraxia possui uma boa estrutura para isso, oferecendo máquinas de costura e manequins para pendurar essas roupas.

Para ser membro do bar, as mulheres têm opções de planos que variam de 980 a 1.280 ienes.