PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

Band lança APP e prevê assinaturas e prêmios em 2021

Loigotipo do Band Pay, serviço de streaming - Reprodução
Loigotipo do Band Pay, serviço de streaming Imagem: Reprodução
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

20/12/2020 00h09

A Band acaba de lançar a nova versão do aplicativo Band Plus, que já traz conteúdo por streaming, V.O.D. e programas (não todos ainda) dos canais e veículos do grupo.

Considerado ainda uma versão "soft open", o aplicativo é um produto da Vibra, novíssima empresa da Band dedicada a conteúdos e soluções digitais.

Em janeiro, segundo a startup, os usuários já terão interatividade no app.

No mês seguinte a previsão é de que comecem as assinaturas do serviço, com fidelização, pontuação e premiação.

O aplicativo deve oferecer também e-commerce.

"É a base do ecossistema tecnológico que a Vibra estruturou para o grupo que haverá e-commerce, e-learning e outros serviços digitais que integram o grupo: TV aberta, cabo, rádio e digital", afirma André Luiz Costa , executivo da Vibra.

Outras emissoras, como Globo e Record, estão bem mais adiantadas que a Band nesse tipo de conteúdo (streaming, apps etc).

Um dos canais pagos do grupo Band, o Arte 1, foi o primeiro a ser oferecido em streaming, pela plataforma Loocke.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops