PUBLICIDADE
Topo

Além de canal infanto-juvenil, canal Gloob passa também a licenciar marcas

No Brasil, Mike de Seve produziu em parceria com a Gloob a animação "Osmar, a Primeira Fatia do Pão de Forma". - Divulgação
No Brasil, Mike de Seve produziu em parceria com a Gloob a animação "Osmar, a Primeira Fatia do Pão de Forma".
Imagem: Divulgação
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

26/08/2017 09h02Atualizada em 26/08/2017 09h06

Outra novidade da Globosat divulgada na Max 2017, feira audiovisual que ocorreu esta semana em Belo Horizonte, foi que o canal infanto-juvenil Gloob agora também é oficialmente um licenciador de marcas.

Segundo a gerente de Conteúdo e Programação do Gloob, Paula Taborda, já estão fechados acordos para a venda de produtos de algumas atrações hoje em cartaz no Globo.

Entre elas estão “Alvin e os Esquilos”, “Detetives do Prédio Azul”, “Miraculous - As Aventuras de Lady Bug” e o “Tem Criança na Cozinha”.

Isso significa um novo nicho de brinquedos, pelúcias e utensílios que chegarão ao mercado com essas marcas associadas, claro, ao Gloob.

O canal Gloob hoje tem uma das maiores audiências da TV paga, oscilando entre o 4º e o 8º no ranking dos canais por assinatura mais vistos do país.

Segundo as últimas medições às quais a coluna teve acesso, ele só fica atrás do Discovery Kids, Cartoon Network, Megapix e, eventualmente, TNT e Fox.

O jornalista Ricardo Feltrin viajou à Max 2017 Minas a convite da produção do evento

Leia Mais

Globosat lança novo canal infantil em outubro: o Gloobinho

Consumo mostra que TV aberta está longe de morrer, diz diretora da Kantar

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops!.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL