PUBLICIDADE
Topo

"Dez Mandamentos" tem recorde na Argentina e ganha especial das pragas

Sergio Marone e Camila Rodrigues vão ser estrelas da festa da Telefe na Argentina - Reprodução/TV Record
Sergio Marone e Camila Rodrigues vão ser estrelas da festa da Telefe na Argentina Imagem: Reprodução/TV Record
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

10/11/2016 18h00Atualizada em 10/11/2016 20h47

A novela bíblica “Os Dez Mandamentos” bateu ontem recorde histórico de audiência na Argentina. Exibida pela Telefe, marcou 25 pontos de média --o dobro da emissora segunda colocada.

Segundo a divulgação da Record em São Paulo, a novela registrou um dos três maiores ibopes da TV argentina --com exceção, por exemplo, de jogos da seleção de futebol do país.

Neste fim de semana, dia 13, a Telefe exibirá uma edição  especial: uma compilação das "10 pragas do Egito".

O especial dominical começará entre 18h30 e 18h45 e deve terminar por volta das 22h.

Após esse "resumo", ainda segundo a Record, a Telefe continuará tratando da trama bíblica também no programa "Susana Gimenez", completando cerca de 5h15min com um único assunto. 

LÍDER DE AUDIÊNCIA NA ARGENTINA

“Os Dez Mandamentos” também é reexibida pela Telefe às tardes, quando tem marcado cerca de 10 pontos --3 pontos a mais que a global "A Regra do Jogo", que tabém está em cartaz no país vizinho.

O trecho da novela bíblica que mostrará a abertura do Mar Vermelho (e que custou cerca de US$ 1 milhão) será exibido no próximo dia 17 aos argentinos. A Telefe vai comemorar o momento com a exibição do episódio no Luna Park, gigantesca casa de eventos com capacidade para 8.000 pessoas.

Serão ao menos 8.000 convidados ou felizardos que estão sendo sorteados em promoção midiática.

A festa contará com a presença de astros da trama escrita por Vivian de Oliveira. Estarão lá Guilherme Winter, Gisele Itiê, Petrônio Gontijo e Sérgio “Faraó” Marone.

twitter -  @feltrinoficial

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL