PUBLICIDADE
Topo

Elizangela não se vacinou e teve sequelas graves da covid, diz prefeitura

Luiza Missi e Tatiana Campbell

De Splash, em São Paulo, e colaboração para Splash, do Rio

21/01/2022 16h45Atualizada em 21/01/2022 20h51

A atriz Elizangela, internada com sequelas de covid-19 num hospital de Guapimirim (RJ), não se vacinou contra a doença e chegou à unidade em estado grave, informou a prefeitura do município a Splash.

Segundo a equipe de comunicação, a atriz quase foi intubada, mas acabou não precisando passar pelo procedimento.

"Ela mesma confirmou que não tomou nenhuma dose da vacina, inclusive é antivacina. Teve covid, já chegou na unidade recuperada, mas com as sequelas pulmonares que ocasionaram a complicação do estado respiratório dela", disse o assessor da prefeitura de Guapimirim, Richard Équel.

"O pós-covid acabou gerando complicações respiratórias nela. Ela foi para a sala de parada imediatamente, a sala vermelha, teve de ser estabilizada. Quase precisou ser intubada. E ela segue no CTI da unidade, até o quadro da manhã ela estava estável e seguindo os protocolos acompanhada dos médicos do centro", completou.

As informações da prefeitura vão contra o que foi dito mais cedo pelo empresário da atriz. Em conversa com Splash, Lauro Santanna afirmou que não sabe se ela tomou as vacinas contra covid-19 e que, segundo a filha da atriz, o quadro dela é estável.

Segundo o empresário, Elizangela está sofrendo ataques nas redes sociais pelo boato de que não teria se vacinado. "As pessoas perderam a noção de humanidade", comenta Lauro Santanna sobre os ataques.

Nas redes sociais, a atriz já havia feito postagens ironizando as medidas de restrição no Rio de Janeiro e comparando a obrigatoriedade da vacinação ao estupro.

Atriz apresenta melhora

No início da noite, a prefeitura de Guapimirim informou que a atriz apresentou melhora e se encontra lúcida.

Leia a nota na íntegra:

A atriz Elisângela, de 67 anos deu entrada na emergência do Hospital Municipal José Rabello de Mello nesta quinta-feira (20) por volta das 11h da manhã apresentando complicações respiratórias pós-covid. Ela foi levada direto para a sala vermelha, em estado grave, onde foi estabilizada e recebeu o pronto atendimento. Elisângela está sob observação da equipe médica e multidisciplinar, recebendo o tratamento necessário e segue na sala vermelha da unidade. Por volta das 16h30 seu quadro foi atualizado.

A atriz está apresentando boa evolução clínica nas últimas horas. Está mantendo oxigênio em baixo fluxo, se encontra lúcida, orientada, sem queixa de dores ou incômodos e mantém boa saturação. Agora à tarde interagiu com funcionários do Hospital, se alimentou bem e elogiou o "tempero" das cozinheiras.