PUBLICIDADE
Topo

Saiba por que Harry e Meghan Markle se distanciaram da Família Real

Relembre os motivos que levaram Meghan Markle e Harry a abdicar das funções reais. - Divulgação.
Relembre os motivos que levaram Meghan Markle e Harry a abdicar das funções reais. Imagem: Divulgação.

Colaboração para Splash, de São Paulo

03/01/2022 17h13Atualizada em 03/01/2022 17h38

Em janeiro de 2020, o Príncipe Harry e a duquesa Meghan Markle anunciaram que iriam se afastar das funções e deveres na Família Real Britânica. Em um comunicado oficial, o casal reforçou que pretendia dividir o tempo entre Reino Unido e América do Norte. Com o anúncio, muitos se questionaram sobre os motivos para o distanciamento da coroa.

À época, a BBC confirmou que nenhum dos membros da realeza havia sido consultado sobre a decisão do casal. Inclusive, o Palácio de Buckingham confirmou seu desapontamento diante da situação.

"Pretendemos retroceder como membros 'seniores' da Família Real e trabalhar para nos tornarmos financeiramente independentes, continuando a apoiar totalmente Sua Majestade, a Rainha", informou o casal também no Instagram. Além disso, a dupla alertou que a decisão foi tomada "depois de muitos meses de reflexão e discussões internas".

Neil Sean, especialista na família real e que divulga informações sobre os bastidores da nobreza britânica em seu canal no YouTube, resumiu em um vídeo recente o que levou o casal a se afastar da nobreza britânica.

Em entrevista à Oprah, Harry e Meghan comentam distanciamento da coroa - Reprodução/CBS. - Reprodução/CBS.
Em entrevista à Oprah, Harry e Meghan comentam distanciamento da coroa.
Imagem: Reprodução/CBS.

Meghan Markle lutou contra as ordens da realeza

Apesar de ser apaixonada pelo Príncipe Harry, engana-se quem pensa que foi fácil para Meghan Markle começar uma nova vida. Segundo Neil Sean, a jovem teve de abdicar de sua carreira como atriz em Hollywood, de seu perfil pessoal no Instagram e até de um blog, The Tig.

Em uma entrevista com Tom Bradby à rede ITV, a famosa confirmou que a adaptação era difícil e não estava preparada para o escrutínio da mídia. De acordo com o repórter da BBC para assuntos de realeza, Jonny Dymond, o casal não estava feliz e exercia trabalhos que não suportavam.

Além, é claro, de ambos sofrerem com tabloides. Sobre isso, aliás, Harry destacou na ocasião: "Perdi minha mãe e agora vejo minha esposa sendo vítima das mesmas forças poderosas". Dessa maneira, com tantas imposições da realeza sobre sua conduta e exposição na mídia, tornou-se impossível manter os compromissos com a Coroa para Meghan Markle - assim como para seu marido e apoiador, Harry.

Pouco mais de um ano depois da desvinculação da Família Real Britânica, o casal concedeu uma entrevista a Oprah Winfrey e revelou mais questões que levaram ao distanciamento da realeza. Segundo Meghan, houve certo receio, por parte do Palácio de Buckingham, de que seu filho Archie nascesse com a pele escura.

Mais do que isso, o Palácio também informou que o primogênito de Meghan e Harry não receberia título de príncipe, nem teria direito à segurança - mesmo com tantos assédios vindos da imprensa. Por mais que sua saúde mental estivesse abalada, Markle contou que nunca recebeu apoio da instituição monárquica para se tratar.

Com tantos escândalos e desafios pela frente, a permanência de Harry e Meghan ao lado da coroa tornou-se inviável, diz Neil Sean. A somatória de situações desagradáveis, por fim, levou ao afastamento de ambos das relações reais.