PUBLICIDADE
Topo

Dayane Mello pede mais respeito: 'A internet ainda vai matar alguém'

Dayane Mello disse que pessoas próximas estão sendo atacadas nas redes sociais - Reprodução/Instagram
Dayane Mello disse que pessoas próximas estão sendo atacadas nas redes sociais Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, em São Paulo

29/12/2021 14h59Atualizada em 29/12/2021 14h59

Dayane Mello, de 32 anos, pediu por respeito em uma série de publicações na manhã de hoje. Segundo a ex-peoa, ela tem sido alvo de ataques nas redes sociais porque alguns seguidores não aprovam as pessoas com quem ela vem se relacionado.

"Quando eu fiz o vídeo pedindo respeito ao meu irmão, eu queria que fosse válido a todos que eu amo", escreveu ela em publicação. O irmão de Dayane, Lucas Mello, morreu em fevereiro após sofrer um acidente de carro. Na ocasião, ela estava confinada no "Gran Fratello VIP", versão italiana do reality show "Big Brother".

"Eu recebo tantas mensagens de ataques as pessoas que eu amo. Eu leio tudo e isso me machuca também. Por favor respeitem minha família e meus amigos. Respeito. Amo vocês", continuou.

Em texto, Dayane afirma que é grata pelos fãs, mas pede a eles que "respeitem as pessoas" que escolhe para a vida dela.

"Vocês não estão só humilhando ou ferindo essas pessoas, mas a mim também. Eu sou uma pessoa real e com sentimentos reais. E por ser tão sincera e transparente com vocês, eu peço: respeitem minhas escolhas e as pessoas que eu amo", defendeu. "Vamos respeitar e entrar 2022 com amor e empatia no coração. Amo muito vocês e só isso que peço."

Em seguida, a ex-peoa ainda retornou ao Twitter e desabafou: "A internet ainda vai matar alguém, com tantos ataques de ódio. E isso me deixa tão triste."

Nos stories do Instagram, Dayane continuou com o assunto e disse que não quer se privar de fazer as coisas que eu sente no coração. "Parem de ficar dando a opinião de vocês. Eu não estou perguntando nada (...) Eu sou dona da minha vida. Vocês são donos da vida de vocês. Está muito chato isso", disse.

Dayane Mello ganhou notoriedade no Brasil ao participar do programa "Gran Fratello VIP", na Itália. Ela chamou atenção da imprensa após ter sido alvo de ataque nas redes sociais. Segundo os amigos, a participação da brasileira fomentou comentários xenofóbicos e misóginos por parte dos telespectadores europeus, que chegaram a afirmar que ela deveria sair do país.

Ela acabou ficando em quarto lugar no reality show e recebeu um convite para participar de "A Fazenda 13" (RecordTV). No programa, a modelo foi a décima primeira eliminada e teve uma trajetória bastante marcante no programa. Ela viveu um affair com a ex-panicat Aline Mineiro, além de protagonizar uma vingança contra o vencedor do programa, Rico Melquiades, e ter sido vítima de uma polêmica envolvendo o cantor Nego do Borel.