PUBLICIDADE
Topo

Está passando da hora de um filme com os pets da Marvel

Lucky, o Cachorro Pizza de "Gavião Arqueiro"
Lucky, o Cachorro Pizza de "Gavião Arqueiro"
Marvel Studios/Divulgação

Laysa Zanetti

De Splash, em São Paulo

02/12/2021 04h00

A fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel promete muitas mudanças para o futuro dos maiores heróis da Terra nas telonas, mas os grandes destaques até agora não são os novos poderosos.

São os bichinhos deles.

Continua depois da publicidade

Em "Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis", o herói interpretado por Simu Liu encontra criaturas mitológicas que são de Ta Lo, uma vila mágica localizada em um plano interdimensional. Apesar de todas chamarem atenção pela peculiaridade, uma delas rouba os holofotes e explode o fofurômetro:

O Dijiang.

A criaturinha sem olhos que acompanha Shang-Chi, Katy (Awkwafina) e Trevor (Ben Kingsley), batizada de Morris pelo "falso Mandarin", roubou corações por seu carisma, apesar das poucas (ou melhor, inexistentes) palavras que diz.

Se você não se apaixonou por Morris, repense.

A grande surpresa é que, apesar de parecer inofensivo e até inocente, Morris tem um bom espírito de liderança e trabalha bem em equipe. A criaturinha, baseada em um deus das montanhas da mitologia chinesa, tem potencial de sobra para ganhar mais destaque no MCU.

Mas, antes de Morris, outro bichinho bem especial já havia mostrado que não dá para subestimar a fofura. Estamos falando, é claro, de Goose, a gata da Capitã Marvel (Brie Larson).

E, pelo que vimos no filme de 2019, não é uma boa ideia tê-la como inimiga.

Continua depois da publicidade

Colocando ordem na bagunça

Se vamos formar um time dos "Vingadores Pets", é claro que essa turma precisaria de uma voz de liderança, uma figura com autoridade e experiência para gerenciar a provável bagunça. E quem melhor que Rocket Raccoon, o guaxinin mais briguento das galáxias?

Marvel Studios/Divulgação - Marvel Studios/Divulgação
Imagem: Marvel Studios/Divulgação

O mal-encarado da turma

Todo bom grupo de heróis precisa ter aquele cara meio mal-encarado, de quem ninguém tem muita vontade de chegar perto e que não parece dar muita confiança para os outros. E para esta função escalamos a variante perfeita: o Loki Jacaré.

A versão apresentada na série "Loki", estrelada por Tom Hiddleston, rapidamente conquistou a internet quando a atração foi lançada no Disney+ e virou até mascote brasileiro da vacina contra a covid-19.

Um carinha desses com certeza ainda tem muito a acrescentar aos filmes e às séries da Marvel.

Continua depois da publicidade

Os melhores amigos

Tudo bem, já temos jacaré, gato, guaxinin e seres mitológicos nesse time dos sonhos. Mas onde existe uma felina, precisa haver também aquele a quem chamam de "melhor amigo do homem".

E desses nós temos alguns.

Em "Viúva Negra", Yelena Belova (Florence Pugh) adota uma cachorra chamada Fanny, que aparece no final do filme. A ideia de Yelena adotar um animal é para simbolizar o fato de ela ter desejado por muito tempo ter uma vida de uma cidadã comum, com estabilidade e família.

Mas sabemos que, no caso da irmã de Natasha Romanoff (Scarlett Johansson), a situação é um pouco mais complicada. Então, ter uma ajudante tão fofa quanto Fanny em ação certamente não faria mal à nossa heroína.

Marvel Studios/Reprodução - Marvel Studios/Reprodução
Fanny, da raça atika americana, aparece no fim de "Viúva Negra"
Imagem: Marvel Studios/Reprodução
Continua depois da publicidade

Mas Yelena não é a única novata que chegou com um fiel escudeiro.

Kate Bishop (Hailee Steinfeld) também não perdeu tempo e garantiu os suspiros e os "ai, que fofo" dos fãs de "Gavião Arqueiro" com seu lindíssimo Lucky, o "Cachorro Pizza".

E, se ele já ganhou até um cartaz para chamar de seu, podemos acreditar que seu futuro nas telas da Marvel está apenas começando.

E aí, será que Kevin Feige pode ouvir o clamor do público e reunir todos esses personagens carismáticos em uma única história?

E, caso ele esteja atendendo a pedidos, fica aqui outro clamor:

Queremos justiça para Sparky!