PUBLICIDADE
Topo

Tico Santa Cruz faz boletim de ocorrência após ameaças à filha; entenda

Cantor Tico Santa Cruz expõe ameaças recebidas pela filha de 12 anos - Reprodução/ Instagram
Cantor Tico Santa Cruz expõe ameaças recebidas pela filha de 12 anos Imagem: Reprodução/ Instagram

Colaboração para Splash, em São Paulo

28/09/2021 08h11Atualizada em 28/09/2021 08h23

O cantor Tico Santa Cruz, de 43 anos, expôs na noite de ontem alguns áudios que sua filha, Bárbara, de 12 anos, recebeu de um rapaz. Nas gravações, o menino ameaça e xinga a criança.

"Escuta aqui, garota, é o seguinte: não sei se você me conhece, também estou pouco me fo***** pra isso. Só sei que você devolva... vai dar merda. To falando papo reto. Se você não devolver a minha... você 'tá' fo****", dizia a pessoa.

"'Tô' falando papo reto. Se você não devolver a minha... você 'tá' fo****", continuou.

"Vai tomar no olho do seu c*, garota. Ficar bebendo um gole, pagando de 'bebadazinha'. Vai tomar no olho do seu c*, rapaz. Não f***. Vai dar merda. 'Tô' falando sério. Papo reto. Não f***. Meu pai e meu padrasto são delegados. Vou bater na sua porta", insistiu ele.

Ao compartilhar os áudios em suas redes sociais, o vocalista da banda Detonautas avisou que qualquer um que ameaçar sua família, vai responder diretamente para a polícia:

"Esse post é pra deixar BEM CLARO - que quem ousar se meter com qualquer pessoa da minha família, vai responder pelas mãos da POLÍCIA. Hoje eu passei o DIA INTEIRO na delegacia, e se tem algum CANALHA que acha que é metido da malandro, metido a bandido, vamos ver se diante das autoridades - vai colocar essa marra toda mesmo!!", escreveu o cantor, que completou: "A violência desse áudio é ABSURDA! Se os responsáveis por esses ALOPRADOS, não dão conta deles, então a polícia dará! NÃO SE METAM COM MINHA FAMÍLIA! Eu sei quem são vocês!!!", finalizou.

O artista ainda é pai de Lucas, de 19 anos.

Veja:

Em conversa com a Quem, Tico disse que não pode expor o autor das ameaças por ser um menor de idade:

"Mas fiz um boletim de ocorrência e os responsáveis por ele serão chamados a prestar informações e serão responsabilizados por essa violência. Não apenas por ser minha filha o alvo, mas, porque se não agirmos, esses garotos que são criados de forma completamente equivocada, serão os futuros abusadores, assassinos de mulheres, violentadores! Então, a minha parte estou fazendo e ensinando à minha filha como a gente trata homem abusador e violento", disse.

"De forma alguma tenho objetivo de penalizá-lo com exposição pública. Ele sabe quem ele é e é um trabalho das autoridades competentes", afirmou.