PUBLICIDADE
Topo

Família de Armie Hammer já teve assassinatos e abuso; doc vai revelar tudo

Armie Hammer em cena do filme "Me Chame Pelo Seu Nome" - Divulgação
Armie Hammer em cena do filme 'Me Chame Pelo Seu Nome' Imagem: Divulgação

De Splash, em São Paulo

28/04/2021 15h43

As acusações de abuso sexual e até canibalismo contra o ator Armie Hammer, de "Me Chame Pelo Seu Nome", chocaram os fãs no começo do ano — mas esta não foi a primeira vez que a família do astro se viu envolvida em um escândalo.

Agora, um novo documentário, produzido com a ajuda da tia de Armie, Casey Hammer, promete desvendar todos os segredos da família, "incluindo a controvérsia mais recente, ainda em desenvolvimento". O projeto ainda não tem data de estreia, segundo o Deadline.

Condenações por homicídio

O Dr. Julius Hammer, tataravô do ator de Hollywood, foi condenado por homicídio culposo quando a mulher de um diplomata russo morreu, pouco depois de realizar um aborto ilegal com o médico.

Já Julian Hammer, avô de Armie, matou um homem em sua mansão em Los Angeles (EUA). O motivo teria sido uma dívida de jogo.

Acusações de abuso

Casey Hammer, que dará seu depoimento para o novo documentário, tem denunciado os crimes da família há alguns anos. Em 2015, ela lançou o livro "Surviving My Birthright" ("Sobrevivendo ao Meu Direito de Nascença"), e desde então ela não tem contato com os parentes.

No texto, ela acusou o pai, Julian, de abuso sexual durante sua infância — e deu a entender que ele também era abusivo com outros membros da família.

Hoje trabalhando como designer de cozinhas em San Diego (EUA), Casey cedeu aos documentaristas materiais de arquivo inéditos da família Hammer, além de ter feito novas revelações sobre sua experiência.

Como sobrevivente, quero ajudar a empoderar outros sobreviventes, para que elas possam contar suas histórias e saberem que não estão sozinhos."
Casey Hammer ao Deadline

Relembre o caso

As denúncias de violência sexual e canibalismo contra Hammer circulam desde janeiro, começando pela escritora Jessica Henriquez, apontada como pivô do divórcio entre o ator e a mulher, Elizabeth Chambers.

Embora várias outras denúncias semelhantes tenham surgido desde então, o ator nega as acusações, chamando-as de "besteiras". Hammer, no entanto, já se afastou de quatro projetos diferentes desde que as denúncias começaram a circular.