PUBLICIDADE
Topo

Boyega: roteiro original de 'Star Wars 9' era melhor e quero vê-lo na TV

Rose (Kelly Marie Tran) e Finn (John Boyega) em cena de "Star Wars: Os Últimos Jedi" - Lucasfilm/Divulgação
Rose (Kelly Marie Tran) e Finn (John Boyega) em cena de "Star Wars: Os Últimos Jedi" Imagem: Lucasfilm/Divulgação

De Splash, em São Paulo

23/10/2020 13h37

John Boyega gostaria de ver o roteiro original de "Star Wars 9", escrito por Colin Trevorrow, transformado em uma série de TV ou animação.

O intérprete de Finn, que já expressou seu desgosto com a forma como a saga lidou com seus personagens não brancos, acredita que o caminho que Trevorrow seguiria, onde Finn e Rose (Kelly Marie Tran) liderariam uma revolução no planeta de Coruscant, seria melhor do que o filme que foi parar nos cinemas.

O diretor Colin Trevorrow  - Reprodução - Reprodução
O diretor Colin Trevorrow ia dirigir e escrever 'Star Wars 9', mas foi demitido
Imagem: Reprodução

Colin ia contar esta história. No livro de artes conceituais de 'Star Wars', temos aquela imagem de Finn com uma enorme bandeira azul, os AT-ATs ao fundo pichados com marcas tribais, e os Stormtroopers retirando seus capacetes. Seria incrível, de verdade."
John Boyega reflete sobre storyline descartada de Finn

Fã de "The Mandalorian", série de "Star Wars" no Disney+, Boyega acha que essa versão "alternativa" do fim da trilogia podia ir parar na TV, embora prefira uma versão em animação ao invés de live-action: "Assim eu poderia fazer todo o meu trabalho de casa", brincou.

O diretor J.J. Abrams acena para as câmeras na estreia de Star Wars: A Ascensão Skywalker - KEVIN WINTER / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP - KEVIN WINTER / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
J.J. Abrams assumiu no lugar de Trevorrow e entregou 'Star Wars: A Ascensão Skywalker'
Imagem: KEVIN WINTER / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

A versão de Trevorrow para "Star Wars 9" teria o título "Duel of the Fates" ("Duelo dos Destinos", em tradução livre), mas o diretor foi afastado do projeto em favor do retorno de J.J. Abrams, que já havia dirigido "Star Wars: O Despertar da Força" (2017).

Abrams, com a ajuda de Chris Terrio ("Batman vs. Superman"), reescreveu o script que Trevorrow havia deixado pronto, diminuindo consideravelmente os papéis de Finn e Rose na história.