PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Com duas novelas reprisadas em um ano, Aguinaldo festeja: "Deus é fiel"

Aguinaldo Silva, autor de "Império", que será reprisada pela Globo a partir de abril - Divulgação / Globo
Aguinaldo Silva, autor de "Império", que será reprisada pela Globo a partir de abril Imagem: Divulgação / Globo
Conteúdo exclusivo para assinantes
Mauricio Stycer

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o "Lance!" e a "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Adeus, Controle Remoto" (editora Arquipélago, 2016), "História do Lance! ? Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo? (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011). Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Colunista do UOL

05/03/2021 08h55

A decisão da Globo de reprisar "Império" (2014-15) a partir de abril, assim que terminar a exibição dos 23 capítulos inéditos de "Amor de Mãe", pegou Aguinaldo Silva de surpresa.

"Primeiro levei um susto. Depois fiquei muito feliz. Duas novelas reprisadas no horário nobre em menos de um ano? Deus é fiel", disse o autor ao UOL.

Aguinaldo se refere à "Fina Estampa" (2011-12), que foi reprisada, com sucesso, a partir de março de 2020, quando a Globo suspendeu as gravações de "Amor de Mãe".

A escolha de "Império" também o agradou: "Gostei do meu ponto de vista pessoal, claro. Faz-me bem. Mas o importante é que o público goste, como gostou da primeira vez", disse. A novela venceu o Emmy Internacional em 2015.

Aguinaldo está em São Paulo. Na última quarta-feira (03) tomou a primeira dose da vacina contra a covid-19.

Em janeiro do ano passado, a Globo anunciou que não renovaria o seu contrato, após 41 anos de trabalho. Quando soube, meses depois, que a emissora escolheu "Fina Estampa" para resolver um problema emergencial, Aguinaldo teve uma sensação parecida, como contou em entrevista:

"Confesso a você que fiquei muito feliz, porque fazia menos de um mês que eu tinha sido afastado da emissora e, de certa forma, eu voltei. Ainda que simbolicamente eu continuo no ar. Isso foi muito bom para mim, foi muito gratificante. Mas foi muito bom também por 'Fina Estampa' é uma das minhas novelas que eu mais gosto".