PUBLICIDADE
Topo
OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Não adianta desmentir. CNN compactua com Alexandre Garcia ao mantê-lo no ar

Alexandre Garcia segue contando mentiras na CNN - Reprodução/Twitter
Alexandre Garcia segue contando mentiras na CNN Imagem: Reprodução/Twitter
Conteúdo exclusivo para assinantes

Leandro Carneiro

Colunista do UOL

19/08/2021 16h33

Mais uma vez, o jornalista Alexandre Garcia usou seu espaço na CNN para espalhar informação falsa. Ele disse que, segundo as estatísticas, os jovens "não precisariam tomar vacina". Na sequência, a emissora desmentiu a informação. E a pergunta que fica: até quando?

Não basta usar seu espaço para desmentir uma informação falsa. Ainda que seja importante usar o programa para corrigir uma mentira do jornalista da própria equipe, a CNN precisa agir um pouco mais energicamente e não dar este espaço para Alexandre Garcia.

Não foi que ele "errou" a informação, algo que poderia acontecer com qualquer pessoa. Afinal, o seu histórico recente mostra que ele costuma fazer isso no ar e já foi desmentido outras vezes.

Foi isso que levou Rafael Colombo a pedir sua saída do "Liberdade de Opinião". Ali, a CNN perdeu um jornalista sério, disposto a passar informação verdadeira e debater assuntos importantes. Naquele momento, a eficácia da cloroquina, algo que já tinha sido comprovado cientificamente que não fazia sentido, era a defesa de Garcia.

Este mesmo Alexandre Garcia que, em maio, defendeu o "direito de ir e vir" quando o país sofria com milhares de mortes diárias e sofrendo para manter as pessoas em casa.

Difundir informação falsa é perigoso e não pode só ser confundido com "liberdade de opinião" como diz o nome do programa. E manter Alexandre Garcia em sua programação é assinar embaixo dos absurdos ditos por ele no ar.