PUBLICIDADE
Topo

Histórias sinistras e bonecas penduradas atraem turistas para ilha mexicana

Do UOL, em São Paulo

17/04/2015 16h21

Passear pelos canais do lago de Xochimilco, no México, pode ser como um filme de terror. Não que o lugar seja feio - longe disso. Declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco desde 1987, o local é um dos melhores exemplos da engenhosidade do povo Asteca na agricultura. As chinampas são ilhas artificiais construídas para cultivar alimentos em meio às terras alagadas, sendo que algumas seguem em uso.

Até aí tudo muito lindo. Mas como em todo filme de terror, tudo vai bem até que algo aterrorizante aparece. É essa a sensação ao chegar à Ilha das Bonecas. Elas estão por todos os cantos: penduradas em árvores, presas às cercas, jogadas pelo chão ou nos cantos de construções abandonadas. Quase sempre descabeladas, sujas, com membros faltando, decapitadas. Cabeças de bonecas estão presas em estacas por todos os lados. "O Brinquedo Assassino" é coisa de criança perto dessa ilha.

São milhares de bonecas espalhadas pela ilha - Creative Commons/Alejandro De La Cruz - Creative Commons/Alejandro De La Cruz
São milhares de bonecas espalhadas pela ilha
Imagem: Creative Commons/Alejandro De La Cruz

Tudo começou com Don Julian Santana Barrera, habitante do local no ano de 1950. Em um belo dia encontrou em circunstâncias misteriosas uma menina se afogando no canal que circunda a ilha. Ele tentou salvá-la, mas em vão. Ela acabou morrendo. Dias depois, encontrou uma boneca no mesmo local em que a criança faleceu, e a pendurou em uma árvore, em memória ao espírito da garota.

Quem o conhecida conta que ele nunca mais foi o mesmo, e passou a colecionar bonecas, espalhando-as pela ilha. Dizem que era o espírito da menina que o levava a pendurar as bonecas. E seu fim não foi menos triste e sinistro: Don Julian foi encontrado afogado em 2001 no mesmo local em que a menina morreu.

A Ilha das Bonecas fica em uma ilha artificial construída pelos Astecas  - Creative Commons/Troels Myrup - Creative Commons/Troels Myrup
A Ilha das Bonecas fica em uma ilha artificial construída pelos Astecas
Imagem: Creative Commons/Troels Myrup

Alguns visitantes da ilha afirmam que viram bonecas mexendo seus braços e pernas, enquanto outros as escutaram sussurrando umas com as outras. Passageiros de barcos que visitam a região juram que as bonecas os tentaram atrair para a ilha.

Se é assombrada de verdade ou não, só passando uma noite lá para descobrir. O fato é que a ilhazinha a pouco mais de 30 km ao sul da Cidade do México ganhou fama, atraiu a atenção de programas de televisão, e enquanto aterroriza a muitos, faz a alegria de Santana Barrera, irmão de Julian, que hoje explora turisticamente o local. E ainda por cima muitos visitantes levam novas bonecas, ampliando o acervo assustador.