PUBLICIDADE
Topo

Aranhas, percevejos e mais: eles parecem pragas, mas protegem seu jardim

Olhe bem para o percevejo-predador: se encontrá-lo nas suas plantas, saiba que ele é benéfico para elas, assim como a aranha, a lagartixa e outros bichos - Reprodução
Olhe bem para o percevejo-predador: se encontrá-lo nas suas plantas, saiba que ele é benéfico para elas, assim como a aranha, a lagartixa e outros bichos
Imagem: Reprodução

Colaboração para Nossa

17/08/2020 04h00

"Não me esmague!", grita a pequena aranha Lucas, em uma adorável animação que já foi vista 30 milhões de vezes no YouTube.

Com seus grandes olhos, perninhas peludas como as de um bicho de pelúcia e a dublagem de uma criança, a aranha-saltadora da animação transmite ternura — algo difícil de se imaginar na vida real, ainda que esses seres sejam tão benéficos para um jardim.

Aranhas

Aranhas são ótimas predadoras de insetos, inclusive da maioria das pragas mais comuns na jardinagem. As pequenas papa-moscas, por exemplo, ajudam a eliminar de mosquitos a pernilongos, que ficam presos em suas delicadas teias.

Algumas espécies podem ser grandes e, eventualmente, nos dar uns bons sustos, mas, de maneira geral, os aracnídeos trazem mais benefícios que malefícios para um lar, protegendo a casa inclusive de baratas e escorpiões.

Lagartixas

Lagartixa - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Lagartixa pode ajudar a manter suas plantas vivas
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Lagartixas também predam um grande número de insetos alados que prejudicam as plantas. Mesmo a menor delas, consegue comer muitas vezes o seu peso em besourinhos, mariposas, moscas e aleluias, dedicando-se à caça quando a noite cai.

Essa, aliás, é a estratégia de muitos bichinhos do jardim, que saem de seus esconderijos quando o sol dá uma trégua e os riscos de desidratação são menores.

Sapos e pererecas

Se você não gosta de lesmas ou vive tendo problemas com caracóis, experimente olhar sapos, rãs e pererecas com outros olhos. Esses seres igualmente úmidos trabalham com afinco a noite toda e comem um leque enorme de pragas - sapos grandes conseguem, inclusive, comer ratos.

Eu sei, eu sei, pra muita gente o páreo vai ser duro e dar 0 x 0, mas entre ratos e sapos, vai por mim, suas plantas preferem mil vezes os segundos do que os primeiros...

Crisópideo

Alguns seres nem precisam constar da lista de animais assustadores ou asquerosos para serem enxotados sem dó pelos desavisados.

É o que acontece, por exemplo, com o crisopídeo, um inseto verde, alado, que poderia ser quase uma fadinha, não fosse a voracidade com que come pulgões e cochonilhas. Grave bem a cara dele, para não tentar esmagá-lo numa vistoria a suas plantas.

Bichinho na planta - Reprodução/Flickr/brutamonte - Reprodução/Flickr/brutamonte
Crisopídeo
Imagem: Reprodução/Flickr/brutamonte

Aliás, talvez seja uma boa ideia você conhecer a versão jovem de alguns dos maiores defensores do jardim. O mesmo crisopídeo tão esvoaçante e delicado, quase uma folha ao vento, começa sua vida fora do ovo sendo chamado de bicho-lixeiro.

A aparência não poderia ser mais estranha: ele vai grudando nas costas as carcaças de suas vítimas, como o lobo escondido em pele de cordeiro, pra se aproximar de mais cochonilhas sem chamar atenção"

Difícil saber quem é mais faminto, se o crisopídeo adolescente ou o adulto.

Joaninha

Joaninha - Reprodução - Reprodução
Joaninha na fase adulta
Imagem: Reprodução

Da mesma forma, a fase juvenil da joaninha pode passar despercebida — ou, pior, ser assassinada por algum spray.

Como acontece com o inseto adulto, a joaninha teen é uma grande predadora de pulgões e cochonilhas, surge com facilidade em vasos e canteiros com girassóis e dá um trato nas suas plantas onde muito inseticida não consegue chegar.

Embora qualquer criança seja capaz de reconhecer uma joaninha e ela seja associada a um ser fofo e carismático, sua fase larval não tem nada a ver com o ser redondinho vermelho de bolinhas pretas"

Deixei uma foto aqui pra você não se assustar: isso também é uma joaninha. Só não está, er... hmmmm, pronta.

Joaninha - Reprodução  - Reprodução
Joaninha na fase larval
Imagem: Reprodução

Tomara que você consiga reconhecê-la numa próxima passada de olhos nas folhas das suas plantas e permita que esse ser crocante e cheio de perninhas continue seu ciclo tão eficiente como protetor da sua floresta particular. Como diria o Lucas, se vir um desses, "não esmague!".