PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Posse de Bola

Programa semanal de futebol com Juca Kfouri, Mauro Cezar Pereira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi


Posse de Bola #62: Palmeiras e Flamengo sobem, Corinthians e SPFC em crise

Do UOL, em São Paulo

05/10/2020 11h49

O líder Atlético-MG aplicou uma goleada sobre o Vasco e aumentou sua vantagem na dianteira do Brasileirão, mas outros dois times com elencos que podem fazer frente ao do time de Jorge Sampaoli, o Palmeiras e o Flamengo venceram e subiram na tabela, indicando que são os times que poderão perseguir o clube mineiro na busca pelo título nacional que ele não vence desde 1971, inclusive com dois confrontos diretos que podem fazer a diferença dentro de algumas semanas.

No podcast Posse de Bola #62, os jornalistas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira analisam a briga pelas primeiras posições na classificação do Campeonato Brasileiro, além da crise que se instalou no Corinthians, ainda próximo da zona de rebaixamento, e no São Paulo, que chegou a mais um jogo sem vitória contra o Coritiba e começa a ficar mais distante dos líderes, enquanto o técnico Fernando Diniz é mais uma vez pressionado no cargo.

Para Juca Kfouri, Atlético-MG e Flamengo indicam que vão duelar pelo título brasileiro mais do que o Palmeiras devido ao futebol apresentado pelo time de Vanderlei Luxemburgo mesmo na vitória diante do Ceará. E ele já projeta o que pode ser o confronto no dia 7 de novembro, pela primeira rodada do segundo turno.

"Depois do que vimos ontem, mais uma vez com o Flamengo subindo a ladeira e o Galo impiedoso, 25 minutos extraordinários contra o Vasco. Pobre Vasco, foi cutucar o Galo com vara curta, aquele golaço do Benitez de bicicleta, e desencadeou uma blitz absolutamente impiedosa do Atlético-MG até fazer 4 a 1. Eu acho que são os dois times que realmente têm condições de brigar pelo título, muito mais do que o Palmeiras", diz Juca.

Com o Flamengo passando bem por um período turbulento com a goleada sofrida pelo Independiente Del Valle e os casos de covid-19 no elenco, o time mesmo sem contar com seu técnico Domènec Torrent, e o auxiliar Jordi Guerrero, conseguiu vencer o Athletico-PR com margem e é visto pelo jornalista como um time mais maduro que o líder Atlético-MG.

"Sem desfazer em absoluto do que o Galo do Sampaoli já está mostrando, eu ainda acho o time do Flamengo, tenho certeza, é um time mais maduro, mais competitivo, razão pela qual eu fico muito curioso pelo que possa acontecer no Mineirão no dia 7. Tomara que os dois possam jogar completos para a gente ver um grande jogo de futebol mas tenho para mim que o Flamengo é superior ainda, tenho essa sensação", analisa.

Em relação ao Corinthians, Mauro Cezar Pereira vê o presidente Andrés Sanchez empurrando a escolha de um novo técnico para a próxima gestão e chama a atenção para a campanha do time, que é pior que a do ano no qual foi rebaixado para a Série B.

"A campanha é pior que de 2007, o futebol do time é preocupante. Sábado foi horroroso, o primeiro jogo que o Red Bull Bragantino não tomou gol no campeonato. O primeiro time que não foi capaz de fazer um gol no Red Bull Bragantino foi o Corinthians, e contra o Atlético-GO estava mais para perder do que para ganhar", diz Mauro.

Na comparação entre a situação do Corinthians e a do São Paulo, Arnaldo Ribeiro diz que, embora o São Paulo tenha insistido com o técnico Fernando Diniz do que o rival com Tiago Nunes, o trabalho entrou em colapso antes, com a eliminação no Campeonato Paulista.

"O São Paulo insistiu mais tempo no treinador do que o Corinthians, embora o trabalho do Fernando Diniz já tenha dado sinais de colapso antes mesmo, na minha opinião, do trabalho do Tiago Nunes, é até curioso. Quando o Tiago Nunes foi até a final do Paulista, o Fernando Diniz já tinha colapsado no São Paulo perdendo para o Mirassol. A cada semana que o São Paulo protelou a troca e treinador, ela foi se tornando mais complexa", opina Arnaldo.

O episódio também aborda o clássico entre Botafogo e Fluminense, tem a projeção do jogo entre Corinthians e Santos, a situação do Bahia com Mano Menezes no comando, enquanto o Sport com Jair Ventura se coloca na parte de cima da tabela, e o Gre-Nal em que mais uma vez Renato Portaluppi conseguiu manter intacta a sua invencibilidade que já dura desde 2018, enquanto Eduardo Coudet ainda não sabe o que é vencer o clássico gaúcho.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.