PUBLICIDADE
Topo

Categoria feminina divulga lista de 28 pré-aprovadas; brasileira fica fora

Bruna Tomaselli era a única brasileira na primeira lista divulgada pela W Series - Divulgação
Bruna Tomaselli era a única brasileira na primeira lista divulgada pela W Series Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

28/01/2019 15h53

A W Series, categoria automobilística 100% feminina que será disputada a partir de 2019, anunciou nesta segunda-feira (28) a lista de 28 competidoras que estarão presentes na próxima etapa de seleção para o grid. E Bruna Tomaselli, única brasileira que havia sido pré-aprovada para a disputa, acabou ficando de fora.

No primeiro estágio de seleção em novembro, a W Series anunciou 55 pilotos, entre 17 e 32 anos, para disputar as 18 vagas no grid. No segundo estágio, a categoria elencou 28 delas para a próxima fase: no final de março, as escolhidas participarão de quatro dias de testes com o carro da categoria.

A lista foi divulgada no circuito de Wachauring, em Melk (Áustria), onde as pré-selecionadas foram testadas. No domingo (27), pelo Facebook, Bruna Tomaselli comemorou as atividades realizadas pelas pilotos no dia, com testes em diversos tipos de carro com pista seca e molhada. Após a divulgação da lista, a brasileira lamentou a ausência de seu nome, mas deu seu apoio às aprovadas.

"Infelizmente, não estou nessa lista. Os resultados de cada atividade não foram divulgados, então não sei dizer qual foi meu ponto fraco. O evento foi um dos maiores e melhores que já participei e vou levar grandes aprendizados para sempre - principalmente pilotar na neve", publicou ela em seu Twitter. "Muito feliz em ver todas essas mulheres lutando juntas para mudar a realidade do esporte mundial. Obrigada, W Series, toda a torcida do Brasil e do mundo. O sonho não acaba aqui."

Entre os nomes mais conhecidos da lista de escolhidas, estão a holandesa Beitske Visser (ex-integrante do programa de revelação de talentos da Red Bull) e a britânica Alice Powell (que chegou tentar uma vaga para correr pela Caterham na Fórmula 1 no fim de 2014). A espanhola Carmen Jordá (piloto de desenvolvimento de Lotus e Renault na F1 em 2015 e 2016) ficou fora.

"Todas as pilotos pré-qualificadas para a W Series aqui em Wachauring são superestrelas, cada uma delas. Mas o fato triste que nem todas seguirão para a próxima etapa de nosso programa de seleção de pilotos. Isso é competição. Isso é esporte. Isso é corrida", disse Catherine Bond Muir, a diretora-executiva da W Series. "Então, a todas que passaram para o próximo estágio, eu digo: parabéns e boa sorte em Almeria (Espanha), em março, a última etapa do nosso programa de seleção."

A W Series será disputada em seis etapas, paralelas ao calendário da DTM, correndo em países como Alemanha, Bélgica, Holanda, Itália e Reino Unido. As provas serão disputadas entre maio e agosto.

Confira a lista das selecionadas:

  1. Sarah Bovy (Bélgica)
  2. Jamie Chadwick (Reino Unido)
  3. Sabre Cook (Estados Unidos)
  4. Natalie Decker (Estados Unidos)
  5. Marta Garcia (Espanha)
  6. Megan Gilkes (Canadá)
  7. Grace Gui (China)
  8. Esmee Hawkey (Reino Unido)
  9. Jessica Hawkins (Reino Unido)
  10. Shea Holbrook (Estados Unidos)
  11. Francesca Linossi (Itália)
  12. Vivien Keszthelyi (Hungria)
  13. Emma Kimilainen (Finlândia)
  14. Natalia Kowalska (Polônia)
  15. Stephane Kox (Holanda)
  16. Miki Koyama (Japão)
  17. Milou Mets (Holanda)
  18. Sarah Moore (Reino Unido)
  19. Tasmin Pepper (África do Sul)
  20. Vicky Piria (Itália)
  21. Alice Powell (Reino Unido)
  22. Gosia Rdest (Polônia)
  23. Naomi Schiff (Bélgica)
  24. Shirley Van Der Lof (Holanda)
  25. Beitske Visser (Holanda)
  26. Alexandra Whitley (Austrália)
  27. Fabienne Wohlwend (Liechtenstein)
  28. Caitlin Wood (Austrália)

Esporte