PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Goleira Sarah Fuller está prestes a fazer história no futebol americano universitário

27/11/2020 20h44

(Reuters) - Sarah Fuller, goleira do time de futebol feminino da Universidade de Vanderbilt, vai participar de um jogo da equipe masculina de futebol americano Commodores como kicker, no sábado, em partida contra o Missouri Tigers.

Com vários jogadores do time de futebol americano em quarentena devido aos protocolos de saúde e segurança da Covid-19, a ESPN disse ter confirmado com um representante da equipe que Fuller viajará ao Missouri com o time masculino.

O Vanderbilt Football postou um tuíte com a frase "Fazendo História”, acompanhada de uma foto de Fuller de uniforme.

Fuller postou uma mensagem semelhante no Twitter: "Vamos fazer história. #PlayLikeAGirl #AnchorDown".

As mulheres têm aparecido ocasionalmente em jogos de futebol americano universitário dos EUA há mais de duas décadas, mas se Fuller entrar em campo, ela será a primeira a participar de um jogo da SEC ou do Power 5, um grupo das maiores associações de futebol americano universitário.

Em 1997, Liz Heaston se tornou a primeira mulher a jogar e marcar em um jogo de futebol americano universitário ao chutar dois pontos extras na vitória de 27 a 0 da Willamette University sobre o Linfield College.

O técnico do Vanderbilt, Derek Mason, confirmou na quarta-feira que Fuller era uma opção para os Commodores. “Ela é uma competidora completa, é uma opção para nós”, disse ele.

(Reportagem de Steve Keating em Toronto)

Esporte